Cooperação técnica

Delegados do Tocantins participam de curso na China e conhecem sistema investigativo do país

Evento contou com a participação de delegados de oito estados brasileiros.

Por Redação 504
Comentários (0)

28/11/2023 08h34 - Atualizado há 4 meses
Delegados do Tocantins que participaram do curso na China.

Com o objetivo de aprimorar o conhecimento, conhecer a realidade do sistema investigativo da China e também apresentar o modelo de segurança pública atualmente adotado no Estado do Tocantins, no período de 9 a 22 de novembro, os delegados de carreira da Polícia Civil do Tocantins, Emerson Francisco de Moura e Mozart Manuel Macedo Félix estiveram no país asiático, onde participaram do curso de "Formação e Intercâmbio sobre Combate a Crimes Transnacionais" promovido pelo Ministério da Segurança Pública da República Popular da China.

O evento contou com a participação de nove delegados de Polícia Civil de diferentes estados da federação, sendo que a comitiva brasileira foi chefiada pelo delegado e atualmente assessor de representação do Tocantins, em Brasília, delegado Mozart Felix.

 O curso aconteceu no Instituto Policial de Jiangsu, na cidade de Nanjing, e teve duração de 14 dias. Na ocasião, foram ministradas aulas teóricas e práticas sobre investigação de crimes virtuais, tráfico de drogas e fraudes em geral. Posteriormente, os dois representantes da PC-TO conheceram o sistema de segurança pública da China e apresentaram o modelo adotado atualmente pelo Estado do Tocantins, no combate à criminalidade.

Ainda durante a estadia na China, os delegados Emerson Moura e Mozart Macedo visitaram as cidades de Xuzhou e Xangai, onde conheceram a tecnologia de monitoramento das cidades com utilização de inteligência artificial, câmeras e drones.

“Foi uma experiência bastante enriquecedora, pois nos proporcionou a oportunidade de conhecer a realidade do sistema de segurança pública de um país tão distante do nosso. Apesar das grandes diferenças culturais e econômicas, o país enfrenta desafios no combate à criminalidade que guardam muita semelhança com os crimes que combatemos diariamente aqui Np Brasil, como as fraudes eletrônicas, praticadas por meio da internet. Foi possível conhecer as técnicas investigativas adotadas pelos chineses no combate a esses tipos de delitos e também apresentar nosso modelo investigativo a eles, o que sem dúvida, gerou um resultado muito positivo e que será disseminado para os demais delegados e delegadas do Tocantins”, destacou o delegado Mozart Félix.

Para o delegado e superintendente de Inteligência e Estratégia da Secretaria da Segurança Pública, Emerson Francisco de Moura, as duas semanas passadas na China foram de um aprendizado muito grande, uma vez que foi possível entender que, “a rigidez da lei chinesa aliada às técnicas de investigação, as quais são aplicadas com o uso de tecnologia, monitoramento e uso de reconhecimento facial, diminuíram significativamente os índices de crimes na China, o que sem dúvida é um grande êxito."

Ainda segundo o delegado, a grande preocupação agora dos chineses é combater os crimes virtuais e fraudes praticados por meio da internet, pois trata-se de delitos que transpõe a barreira do território nacional chinês, uma vez que a maioria dos criminosos envolvidos nesses tipos de ações são de outros países e, dessa forma, eles estão desenvolvendo estratégias para fazer frente a situações que exigem uma abordagem mais firme e rigorosa.

 “Sendo assim, nós da Secretaria da Segurança Pública e da Polícia Civil do Tocantins fomos capazes de observar e assimilar muitos procedimentos investigativos para que possamos aplicá-los na prática durante o trabalho investigativo no nosso Estado. Importante destacar também que essa integração e harmonia, tende a beneficiar a toda a sociedade dos dois países, pois essa troca de experiências, é muito importante para todos”, ressaltou o superintendente.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.