GAFE POLÍTICA

Desconforto no lançamento do PAC no Tocantins: oposicionista ausente é cumprimentado em discursos

Senadores que não estavam na solenidade foram cumprimentados por autoridades.

Por Eduardo Azevedo 950
Comentários (0)

07/11/2023 08h25 - Atualizado há 6 meses
Evento ocorreu no Auditório do Palácio Siqueira Campos em Palmas

Durante a solenidade de lançamento do novo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) do Governo Federal, realizada nesta segunda-feira (6/11), em Palmas, uma falha, possivelmente cometida pelo cerimonial, causou desconforto entre algumas das autoridades presentes.

O constrangimento ocorreu quando o vice-presidente de Governo da Caixa, Marcelo Bonfim, e o Ministro dos Esportes, André Fufuca, em suas respectivas falas, cumprimentaram os senadores Eduardo Gomes (PL) e Irajá (PSD), apesar deles não estarem presentes na solenidade. A situação gerou burburinhos entre as demais autoridades, principalmente por conta da citação ao nome de Irajá, que hoje é o único parlamentar que faz oposição ferrenha à gestão do governador Wanderlei Barbosa, o anfitrião do evento.

A falha foi corrigida logo na sequência do evento, uma vez que o Ministro das Comunicações, Juscelino Filho, o Ministro dos Portos e Aeroportos, Silvio Costa, e da Casa Civil, Rui Costa, não cometeram a mesma gafe ao cumprimentar as autoridades presentes.

Apesar do desconforto momentâneo, a solenidade prosseguiu conforme planejado, com a apresentação do PAC e dos investimentos previstos para impulsionar o desenvolvimento econômico e infraestrutural de Tocantins nos próximos anos. 

Prazo acaba na sexta-feira, dia 10

Durante sua fala, o governador Wanderlei Barbosa reforçou aos prefeitos e prefeitas, que as gestões têm até o próximo dia 10 de novembro para inscrever os projetos e viabilizar obras a partir dos editais do PAC Seleções.

Wanderlei disse ainda que a parceria do Governo Federal com o Estado é benéfica e necessária para a população. “Nós precisamos da parceria com o Governo Federal, da parceria com os municípios. Temos essa receptividade e temos que trabalhar assim. Esperamos que os municípios se inscrevam para as obras do Novo PAC, que os prefeitos se juntem, se inscrevam em consórcios para trazer mais obras. O PAC é um projeto para resgatar o Brasil”, destacou.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.