Bancas definidas

Ebserh define bancas de concursos com 2,2 mil vagas que vão contemplar HDT de Araguaína

Os candidatos passarão por duas etapas de seleção: prova objetiva e análise de títulos e de experiência profissional.

Por Redação 5.460
Comentários (0)

08/10/2019 09h24 - Atualizado há 1 semana
HDT de Araguaína

Já estão definidas as bancas organizadoras dos concursos com mais de 2,2 mil vagas da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh). Os editais devem sair ainda neste ano.

Após apresentação de propostas das bancas, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) foi escolhido para organizar o concurso com vagas para 39 hospitais universitários federais.

Em agosto deste ano, o próprio Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), em Araguaína, divulgou que seriam ofertadas vagas para a unidade.

A primeira seleção para o Hospital de Clínicas de Uberlândia (HC-UFU) será organizada pela Fundação Vunesp.

O projeto básico para o concurso nacional tem 1.363 vagas em 39 unidades em todo o país, incluindo hospitais, complexos hospitalares e a sede da Ebserh. São previstas 448 vagas para médicos de 69 especialidades, 800 vagas para profissionais da área assistencial e 115 administrativos.

Já o segundo projeto básico conta com 887 vagas para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU). São 173 vagas para médicos de 71 especialidades, 614 vagas para a área assistencial e 100 administrativos.

Em ambos os casos, os números podem variar em 25% para acréscimos ou supressões. 

Nos dois concursos os candidatos passarão por duas etapas de seleção: prova objetiva e análise de títulos e de experiência profissional.

A diferença entre as duas seleções é que a nacional visa repor profissionais nos 39 hospitais universitários federais que já tiveram seus outros certames; e o outro, do HC da UFU, que teve o seu quantitativo recentemente autorizado pelo Ministério da Economia, vai contar com seus primeiros profissionais da Rede Ebserh.

Benefícios 

A contratação de profissionais para o HC-UFU permitirá a reativação de leitos que hoje encontram-se fechados por falta de pessoal e um maior foco na formação de profissionais e na pesquisa, principais diferenciais de um hospital universitários federal.

A ação também possibilitará a regularização de contratos considerados irregulares pelos órgãos de controle. Já o nacional vai permitir aperfeiçoar e ampliar serviços, além de manter a excelência na assistência, ensino e pesquisa.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.