Investimentos

Em 6 meses, Saúde realiza 8,5 mil cirurgias eletivas, abre novos leitos e inaugura Unacom de Araguaína

Obras e equipamentos foram entregues à população nos primeiros seis meses deste ano.

Por Redação
Comentários (0)

19/07/2023 10h15 - Atualizado há 10 meses
8.500 cirurgias eletivas feitas de norte a sul do Estado no primeiro semestre de 2023

O Governo do Tocantins apresentou resultados alcançados na área da Saúde, nos primeiros seis meses da nova gestão, como a entrega de obras e ampliações do Hospital Geral de Palmas (HGP) e da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Araguaína (Unacon).  Foram mais de 8.500 cirurgias eletivas feitas de norte a sul do Estado no primeiro semestre de 2023.

Os procedimentos são realizados por meio de convênios com os municípios e contratos com hospitais privados, custeados pelo Tesouro Estadual, além da produção das 17 unidades hospitalares geridas pela SES-TO.

“Eu não conseguia trabalhar, devido ao problema que eu tinha e, hoje, estou muito agradecida, pois a cirurgia foi maravilhosa”, relatou a paciente Maria Soneide Rodrigues dos Santos, moradora de Jaú do Tocantins, que, desde 2017, aguardava uma cirurgia ginecológica, que ocorreu no Hospital Regional de Miracema.

A paciente é uma das 1.288 vidas transformadas no mês de junho, por meio das cirurgias realizadas na rotina dos hospitais geridos pela Secretaria de Estado da Saúde (SES-TO) e pelo Programa de Aprimoramento da Gestão Hospitalar (PAGH-Cirúrgico), conhecido como Opera Tocantins, via convênios com municípios e hospitais privados contratualizados.

“O formato adotado pelo Governo do Tocantins tem como objetivo oferecer uma maior celeridade na fila, reduzindo assim o tempo de espera do paciente que, mesmo fora da sua região, recebe o atendimento e o procedimento. A iniciativa começou em julho de 2022, com a inauguração dos leitos de UTI [Unidade de Terapia Intensiva] em Augustinópolis, o que permitiu a realização de cirurgias mais complexas na região do Bico do Papagaio e se fortaleceu neste ano”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Afonso Piva de Santana.

A paciente Suzy Francis Moares também aguardava na fila da Central Estadual de Regulação (CER) e falou da felicidade em ter a saúde restaurada. “Eu esperava há quatro anos e finalmente consegui. Obrigada a todos os envolvidos no processo”, destacou.

Obras

As obras, antes paralisadas, foram finalizadas e estão sendo entregues. Em Araguaína, o governador Wanderlei Barbosa ressaltou o momento histórico para a saúde do Estado ao entregar o novo prédio da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia de Araguaína (Unacon).

A unidade ligada ao Hospital Regional da cidade (HRA) oferecerá serviço de radioterapia, quimioterapia, braquiterapia e cuidados paliativos para atender pacientes da região macro norte do Estado. O investimento total foi de R$ 5,2 milhões.

“É com muita alegria que vivenciamos esse momento único, a inauguração desta unidade hospitalar que ajudará no combate ao câncer no nosso Estado. A população terá uma unidade de qualidade, podendo ser referência para todo o Brasil. Sabemos que esse serviço cumprirá o seu papel”, afirma o governador Wanderlei Barbosa.

Em Palmas, o Governo entregou os novos espaços no HGP, que recebeu nova ala psiquiátrica, com 22 leitos, sendo 12 masculinos e 10 femininos; espaço para repouso; copa para os servidores; um consultório médico; carrinho de emergência; e posto de enfermagem.

Também foram entregues na unidade 50 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 30 leitos de Pronto-Socorro e o novo espaço ambulatorial da Unacon, que recebeu mais 30 leitos de quimioterapia, sendo 20 adultos e 10 pediátricos, além da Unacon de Araguaína, com 15 leitos de quimioterapia, oito consultórios médicos, quatro leitos de hospitalização e centro cirúrgico. O investimento foi de R$ 5.252.731,98.

Reabilitação

Os pacientes atendidos nos serviços e nos centros de reabilitação do Estado também tiveram a regularização da entrega de bolsas de colostomia e cadeiras de rodas. Os equipamentos fazem parte de um total de 2.535 cadeiras de rodas (banho, tetraplégica, elétricas e outras) e meios auxiliares de locomoção (muletas, andadores, cintas para transferência, tábua para transferência, além de mesa de atividades e adaptações) adquiridos pelo Governo do Tocantins.

“Estamos muito felizes com a chegada da cadeira. Facilitará muito o nosso dia a dia, pois ela anda poucos passos e já precisa de ajuda. Com a cadeira, ela terá mais independência e eu descanso”. A declaração é da dona de casa Iolanda Santos, filha da aposentada Amália Maria Santos, de 75 anos, que, desde 2016, tem dificuldade para locomoção, que se agravou após a quebra do fêmur, há cerca de dois anos.

Para dar atenção especial às pessoas com deficiência, foi criada a Superintendência da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência (SRCPCD) da SES-TO. “Nosso objetivo é garantir o acesso igualitário a serviços de reabilitação, visando à melhoria da qualidade de vida e ao desenvolvimento das habilidades funcionais desses indivíduos, independentemente de sua localização geográfica ou de sua condição socioeconômica”, destaca a superintendente da Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência (SRCPCD) da SES-TO, Rosa Helena Ambrósio de Carvalho.

Outros serviços

O Governo do Tocantins também determinou a contratação de novos serviços para o SUS tocantinense. Assim, foram contratados leitos de reabilitação para transtornos em saúde mental na Clínica de Reabilitação Luz, em Palmas, que está ofertando 60 leitos de tratamento.

Obras seguem aceleradas de norte a sul do Estado

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.