Imunização

Em dose única, nova vacina contra covid-19 já está sendo aplicada nos municípios do Tocantins

Vacinas vão sendo atualizadas de acordo com as novas cepas dos vírus.

Por Redação
Comentários (0)

10/06/2024 07h37 - Atualizado há 1 semana

Notícias do Tocantins - O estado do Tocantins começou a vacinação contra a covid-19 com o novo imunizante da fabricante Moderna. A vacina monovalente protege contra a cepa XBB — em maior circulação atualmente, segundo o Ministério da Saúde. O estado distribuiu mais de 20 mil doses aos municípios tocantinenses. A vacina será aplicada como dose de reforço para os grupos prioritários.

Diandra Sena é gerente de imunização da Secretaria de Saúde do Tocantins. Ela falou sobre a importância da adesão da população em mais essa campanha.

“A expectativa com essa vacina é que as ações de imunização continuem no território, para que o estado se mantenha livre de casos de óbito e internações por conta desse agravo.", explicou.

O Movimento Nacional pela Vacinação, campanha encabeçada pelo Ministério da Saúde, entrou em nova etapa e pretende vacinar ao menos 70 milhões de pessoas contra a covid-19. Na primeira quinzena de maio, o Brasil recebeu 12,5 milhões de doses que protegem da variante XBB. Esse lote está sendo distribuído para todas as Unidades da Federação, que têm autonomia para começar a aplicação imediatamente.

O infectologista Adelino de Melo Freire Junior reforça que as vacinas vão sendo atualizadas de acordo com as novas cepas dos vírus que circulam, como o que acontece com a vacina da gripe anualmente. Por isso, os grupos mais vulneráveis precisam estar com a vacinação em dia para não contrariem a doença.

“Essa nova vacina que chega é uma atualização necessária, porque o vírus evoluiu e as vacinas anteriores deixam de ter uma proteção tão eficiente. Então, a vacina nova que está chegando é necessária para a gente se proteger de forma mais ativa contra o vírus que circula hoje.”

Com a proximidade do inverno e a queda nas temperaturas em algumas regiões do país, aumenta a incidência de doenças respiratórias, assim como síndromes gripais. Por isso, medidas de proteção — além da vacina — devem ser tomadas, como usar máscara em caso de suspeita de alguma doença, cobrir o rosto quando espirrar, além de evitar espaços fechados. Essas medidas podem ajudar a reduzir a circulação do vírus da covid.

Procure uma Unidade Básica de Saúde, leve a caderneta e vacine-se contra a Covid-19.

Para mais informações, acesse: www.gov.br/saude.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.