Estelionatários aplicam golpes em familiares de pacientes do HGP; Sesau apura vazamento de informações

Por Redação AF
Comentários (0)

09/01/2015 10h30 - Atualizado há 1 mês
<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br /> <br /> Estelionat&aacute;rios est&atilde;o fazendo liga&ccedil;&otilde;es para familiares de pacientes que est&atilde;o internados no maior hospital p&uacute;blico do Tocantins, o Geral de Palmas (HGP), e induzindo a pagarem valores por supostos procedimentos m&eacute;dicos. Em nota, a Secretaria Estadual de Sa&uacute;de (Sesau) alertou sobre a pr&aacute;tica criminosa e orienta que os casos sejam denunciados &agrave; Ouvidoria, pelo telefone 162.<br /> <br /> Os criminosos ligam, confirmam dados dos pacientes e posteriormente solicitam o dep&oacute;sito em contas banc&aacute;rias de valores para procedimentos cir&uacute;rgicos, exames ou medicamentos e insumos. A Secretaria disse que j&aacute; recebeu den&uacute;ncias que est&atilde;o sob investiga&ccedil;&atilde;o para apurar o vazamento dessas informa&ccedil;&otilde;es de pacientes do sistema eletr&ocirc;nico de interna&ccedil;&atilde;o e poss&iacute;vel envolvimento de servidores.<br /> <br /> A Secretaria da Sa&uacute;de afirmou que nenhum tipo de atendimento na rede p&uacute;blica de sa&uacute;de ser&aacute; cobrado, e que casos semelhantes a este j&aacute; ocorreram em outros estados brasileiros com puni&ccedil;&otilde;es severas para os respons&aacute;veis.<br /> <br /> <u><strong>Nota &agrave; Imprensa</strong></u><br /> <br /> &quot;Depois de den&uacute;ncias relatando epis&oacute;dios em que familiares de pacientes internados no Hospital Geral de Palmas (HGP) foram induzidos a realizar dep&oacute;sitos em conta de estelionat&aacute;rios, a Secretaria de Estado da Sa&uacute;de (Sesau) vem a p&uacute;blico esclarecer que todos os procedimentos realizados no sistema p&uacute;blico de sa&uacute;de e em cl&iacute;nicas conveniadas ao Sistema &Uacute;nico de Sa&uacute;de (SUS) s&atilde;o gratuitos.<br /> <br /> A Sesau esclarece ainda que as supostas liga&ccedil;&otilde;es de terceiros confirmando dados de pacientes e solicitando pagamento para que procedimentos cir&uacute;rgicos, exames ou medicamentos e insumos sejam fornecidos s&atilde;o ilegais e devem ser denunciadas &agrave;s autoridades policiais e &agrave; Ouvidoria da Sesau pelo telefone 162.<br /> <br /> A Secretaria j&aacute; recebeu den&uacute;ncias que est&atilde;o sob investiga&ccedil;&atilde;o para apurar o vazamento de informa&ccedil;&otilde;es de pacientes do sistema eletr&ocirc;nico de interna&ccedil;&atilde;o e poss&iacute;veis envolvidos. Os Assistentes Sociais do Hospital est&atilde;o orientando os pacientes e familiares a denunciar qualquer tentativa de cobran&ccedil;as indevidas e o Secret&aacute;rio da Sa&uacute;de, Samuel Bonilha, solicita que os respons&aacute;veis pelos demais hospitais do Estado fiquem atentos para que esta situa&ccedil;&atilde;o n&atilde;o ocorra.<br /> <br /> O Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Sa&uacute;de reafirmam que nenhum tipo de atendimento na rede p&uacute;blica de sa&uacute;de do Tocantins ou do pa&iacute;s ser&aacute; cobrado, e que casos semelhantes a este j&aacute; ocorreram em outros estados brasileiros com puni&ccedil;&otilde;es severas para os respons&aacute;veis.<br /> <br /> Secretaria de Estado da Sa&uacute;de&quot;</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.