Tocantins

Estudante com deficiência física e intelectual é aprovado em curso de engenharia da UFT via Enem

Guilherme Ramos saiu do ensino médio direto para a faculdade por meio das notas do Enem.

Por Redação 1.254
Comentários (0)

23/02/2024 14h38 - Atualizado há 1 mês
Estudante Guilherme Oliveira Ramos

Notícias do Tocantins - O estudante Guilherme Oliveira Ramos, 18 anos, concluinte do ensino médio no Colégio Estadual São José, em Palmas, comemora a sua aprovação no curso de Engenharia de Alimentos na Universidade Federal do Tocantins (UFT). Ele foi aprovado no curso por meio das notas alcançadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

A equipe da escola e os familiares de Guilherme comemoram essa vitória. Ele é aluno da educação especial e tem deficiência física e intelectual. “Eu estou feliz com essa nova fase da vida. Estou animado para começar a estudar e saber mais sobre a Engenharia de Alimentos. Será uma experiência muito boa”, afirmou.

O pai do estudante, Rogério Pereira Sampaio, contou que a família já foi à universidade conhecer o bloco no qual Guilherme irá estudar. “Estamos orgulhosos do nosso filho. Sempre o incentivamos a estudar, a conquistar espaços e a ser feliz. Nós o motivamos a participar do esporte na escola, e Guilherme terminou conquistando cinco medalhas nos Jogos Paralímpicos, sendo uma de prata e quatro de ouro. Por todas essas conquistas, estamos muito felizes com o desempenho do nosso filho”, explicou. E por meio dos jogos escolares, Guilherme conheceu Brasília (DF) e São Paulo (SP).

A professora Tânia Régia dos Santos Carvalho, que acompanha estudantes da educação especial, explicou que a escola percebeu o potencial do aluno Guilherme e promoveu ações para ajudar a desenvolver as suas habilidades. “Conversamos com o professor Leithen Primo e ele começou a passar atividades especiais para o estudante. Então, escolhíamos um tema e estudava de forma individual com ele até esgotar o conteúdo. Nesse processo, contamos com o apoio da família, que acreditou no seu potencial. Treinamos a produção de textos e conceitos. E o resultado foi essa aprovação. Estamos muito satisfeitos com essa conquista”, esclareceu.

O exemplo que a professora Tânia contou ressalta a importância das atividades realizadas nas Salas de Recursos Multifuncionais, um espaço de integração e aprendizagens de alunos da educação especial, com a disponibilidade de materiais pedagógicos específicos.

O diretor da escola, Werky Silva Noleto, destacou que outros estudantes das diversas modalidades de ensino também foram aprovados em cursos superiores. “Neste ano tivemos um sucesso com relação a estudantes aprovados em cursos superiores. E o sucesso de Guilherme comprova que estamos promovendo uma educação inclusiva de qualidade”, frisou.

A diretora de Educação Inclusiva e Acessibilidade da Secretaria de Estado da Educação, Paola Regina Martins Bruno, ressaltou o trabalho realizado pelas escolas do Estado do Tocantins. “As nossas instituições de ensino trabalham um processo de inclusão, tanto na construção de um plano de ensino individualizado para os estudantes que dele necessitam como na flexibilização curricular. É um grande avanço e uma grande conquista nossa e dos estudantes presenciar eles alcançando níveis acadêmicos cada vez mais elevados, chegar a uma universidade ou a uma pós-graduação. E é muito importante saber que nós fazemos parte dessa construção. O Colégio Estadual São José vem se destacando nesse processo. Vários estudantes com deficiências, altas habilidades, superdotação que passaram pela escola, pelo olhar sensível dos professores quanto a adaptações e flexibilização curricular, têm conseguido ingressar no meio acadêmico”, esclareceu Paola. 

Outros estudantes aprovados

  • Eduardo Dionísio – curso de Engenharia Elétrica na UFT e IFTO

  • Maria Clara dos Santos – curso de Jornalismo na UFT

  • Heitor Claudino Machado – curso de Sistemas para a Internet no IFTO

  • Camila Siewes – curso de Odontologia no ITPAC

  • Daniel Batista Almeida – curso de Engenharia Civil no IFTO

  • Kamila da Silva Rodrigues – curso de Educação Física no IFTO

  • Gustavo Antunes Veiga do Carmo (EJA) – curso de Sistemas para a Internet no IFTO

  • Kauã Martins Gama (EJA) – no curso de Ciências Contábeis no ITOP

  • Maria Vitória Baynna – no curso de Serviço Social na Unitins

  • Maria Clara Ferreira da Silva – no curso de Jornalista na UFT

  • Daielly Fernandes Xavier – no curso de Sistemas para a Internet no IFTO

  • Kathle Quintanilha – no curso de Agronomia no IFTO

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.