Pela via judicial

Estudantes de medicina antecipam colação de grau para enfrentar coronavírus no Tocantins

Colação foi autorizada pela justiça.

Por Redação 1.063
Comentários (0)

09/04/2020 10h33 - Atualizado há 1 mês
Acadêmicos que colaram grau

Cerca de 30 acadêmicos do 12º período do curso de medicina da Universidade de Gurupi (Unirg) fizeram colação de grau antecipada na manhã desta quarta-feira (8) por meio de videoconferência. A solenidade foi autorizada por decisão judicial.

Os estudantes entraram com recurso jurídico devido a UnirG não possuir autonomia para autorizar a antecipação de colação de grau de seus acadêmicos. Sobre os demais estudantes que não entraram com a ação, a instituição disse que aguarda parecer do Conselho Estadual de Educação (CEE), órgão ao qual é subordinada, para que sejam tomadas as devidas providências.

Dos 30 acadêmicos de medicina, 27 protocolaram os requerimentos por meio dos advogados Fernando Pisoni e Olívia Maria Daltoé. “A colação foi necessária em razão do coronavírus para que a área da saúde receba mais mão de obra qualificada. A UnirG cumpriu a decisão com rapidez, agilizando todos os procedimentos e priorizando a responsabilidade social e o compromisso com a comunidade. A população gurupiense e tocantinense será agraciada com essa colação, pois tenho certeza que a instituição formou ótimos profissionais”, afirmou Fernando Pisoni.

O acadêmico Romário Souza dos Santos comentou o processo. “A UnirG contribuiu em tudo para que pudéssemos adiantar nossa colação, em vista desse cenário da pandemia da covid-19. A instituição foi ágil e célere, inclusive antecipando prazos regimentais, de forma totalmente transparente para nos beneficiar”, destacou.

Conforme a reitora Sara Falcão, a instituição já havia antecipado a colação de grau de outros oito acadêmicos nos últimos dias. “Atualmente, seis alunos que não entraram com o requerimento judicial aguardam a decisão administrativa do Conselho Estadual de Educação (CEE)”, frisou.

Ela ainda acrescentou: “A UnirG zela pela legalidade, honestidade, integridade e qualidade de ensino e desejamos que os novos profissionais possam contribuir no mercado de trabalho, principalmente, auxiliando no combate ao coronavírus”.

Medida Provisória

A Medida Provisória nº 934 de 1º de abril de 2020, emitida pelo Governo Federal permite a antecipação de colação de grau dos estudantes de medicina, farmácia, fisioterapia e enfermagem se eles tiverem cumprido 75% do internato do curso e ou estágio curricular obrigatório.

Também devem ser observadas as regras editadas pelo respectivo sistema de ensino, que no caso da UnirG é o CEE.

Colação de grau ocorreu por videoconferência

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.