Tratamento de esgoto

ETE de Araguaína terá tecnologia holandesa e capacidade para atender toda a cidade

O tratamento é todo automatizado, o que exige menos mão de obra.

Por Redação 1.257
Comentários (0)

05/08/2021 08h20 - Atualizado há 2 anos
Governador em obra de tratamento de esgoto

Orçada em R$ 74 milhões, a futura Estação de Tratamento de Esgoto Lontra (ETE), em Araguaína, terá capacidade para atender a uma população de aproximadamente 200 mil habitantes, e deve ser concluída em dezembro de 2022. Os recursos são da BRK Ambiental.

A estação, dotada da tecnologia holandesa Nereda, trata-se de um sistema de tratamento de esgoto que utiliza biomassa aeróbica granular e que não necessita da adição de produtos químicos. Dentre as vantagens, está o menor consumo de energia, ocupação de espaços reduzidos e garantia de bons resultados.

Este método, considerado revolucionário para o tratamento de esgoto, já é utilizado em diversos países como Holanda, África do Sul, Irlanda, Portugal, Austrália, Inglaterra, China e Polônia. A tecnologia Nereda requer menos investimentos e gera menos gastos operacionais. O tratamento é todo automatizado, o que exige menos mão de obra para operar a estação.

O diretor-presidente da BRK Ambiental, Tadeu Pinto, explicou que o Tocantins é acionista da empresa e que a obra materializa o Programa Tocando em Frente, do Governo do Estado. Ao falar da grandeza da obra, Tadeu Pinto ressaltou que ela tem uma capacidade de tancagem equivalente a sete piscinas olímpicas e será a quarta a entrar em funcionamento no Brasil e a primeira na região Norte/Nordeste do País.

"Estamos felizes com essa parceria com o Governo do Tocantins e a expectativa é universalizar o sistema de água e esgoto no Estado. Além disso, estamos gerando emprego e renda. Somente nesta estação de tratamento, contamos com 190 trabalhadores e mais 900 empregos indiretos", ressaltou.

Durante a visita técnica, o governador Mauro Carlesse demonstrou satisfação com a envergadura da estação de tratamento de esgoto e afirmou que diversas obras realizadas pela BRK no Estado são compatíveis com os interesses da gestão, que é o de melhorar o sistema de Tratamento de Esgoto, o que trará impacto na saúde e na qualidade de vida da população.

"A saúde da população depende muito desse trabalho que está sendo feito agora. Acredito que daqui a uns dez anos teremos um Estado totalmente organizado neste aspecto e com qualidade de vida", ressaltou o governador durante a visita.

Governador em obra de tratamento de esgoto

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.