Improbidade

Ex-prefeito de Carmolândia entra em Cadastro de Condenações e fica inelegível até 2022

Ex-gestor terá que ressarcir aos cofres do município do valor de R$ 171.611,84.

Por Redação 1.189
Comentários (0)

27/09/2018 16h32 - Atualizado há 2 anos
Ex-prefeito de Carmolândia está inelegível até 2022

O ex-prefeito de Carmolândia, Antônio Teixeira Neto, teve o nome incluído no Cadastro Nacional de Condenações Cíveis por Ato de Improbidade Administrativa e Inelegibilidade, lista elaborada pelo CNJ – Conselho Nacional de Justiça.

Conta que o ex-gestor foi condenado em primeira e segunda instância da Justiça no Tocantins por causar danos ao erário e enriquecimento ilícito. A condenação já transitou em julgado, ou seja, não cabe mais recurso.

Antônio Neto terá que ressarcir aos cofres do município do valor de R$ 171.611,84 e ainda pagar multa no mesmo montante. Ele também está com os direitos políticos suspensos e inelegível até o dia 25 de maio de 2022.

Além disso, não pode contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.