Para adequações

Governo suspende licitações dos concursos das Polícias Civil e Militar do Pará, com 3.964 vagas

A seleção da Polícia Civil contará com uma oferta de 1.495 vagas, em diversos cargos.

Por Redação 1.280
Comentários (0)

01/01/2020 17h01 - Atualizado há 8 meses
Uma nova licitação será publicada em breve, segundo o Governo

O Governo do Estado do Pará suspendeu as licitações para contratação da banca organizadora dos concursos das Polícias Civil e Militar, alegando a necessidade de adequações técnicas no edital, sem especificar as mudanças. Outra licitação será publicada em breve.

Para o concurso da Polícia Civil, o processo licitatório, na modalidade concorrência pública, do tipo melhor técnica e preço, aconteceria no dia 6 de janeiro de 2020. No caso da PM a licitação seria no dia 8 de janeiro.

Polícia Civil

A seleção contará com uma oferta de 1.495 vagas, em diversos cargos. Do total de postos, 265 serão para o cargo de delegado, 252 para escrivão, 818 para investigador e 160 para papiloscopista.

Para todos os cargos é exigida formação de nível superior, com remunerações básicas iniciais, de acordo com os últimos concursos, de R$ 5.204,05 para investigador, escrivão e papiloscopista e R$ 12.250 para delegado.  

Polícia Militar

De acordo com as últimas informações, divulgadas recentemente pelo governador Helder Barbalho, a oferta inicial deverá ser de 2.469 vagas.

Os 7.000 postos inicialmente anunciados deverão ser efetivamente preenchidos, mas gradualmente, durante seu governo.   

Pelo que consta no edital de licitação do concurso PM PA serão 95 vagas para o curso deformação de oficiais combatentes, com exigência de formação superior completas. As demais 2.310 ofertas serão para o curso de formação de praças combatentes, que aceita candidatos com ensino médio.

A remuneração inicial corresponderá a R$ 2.921,90 para praça e a R$ 5.937,96 para oficial.

O último concurso PM PA para a corporação ocorreu em 2016, quando foram oferecidas 2.194 vagas, sendo 2.000 para soldados, 160 para oficiais militares, 26 para oficiais da saúde e oito para quadros complementares. A banca organizadora, na ocasião, foi a Fundação de Amparo e Desenvolvimento de Pesquisa (Fadesp).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.