Na Capital

HGP e Sírio Libanês iniciam projeto de reabilitação para pacientes de covid-19 no Tocantins

O HGP está entre os cinco hospitais do país a receber o suporte do Hospital Sírio Libanês.

Por Redação
Comentários (0)

20/11/2020 10h00 - Atualizado há 6 meses
Hospital Geral de Palmas

O Hospital Geral de Palmas (HGP) recebeu a equipe do Hospital Sírio Libanês visando o início dos trabalhos do ‘Projeto Reab’, do Ministério da Saúde. A unidade será um dos cinco hospitais do Brasil a participar do projeto que busca promover a reabilitação hospitalar de pacientes após a alta do cuidado intensivo por Covid-19, como também pacientes de outras patologias.

Participaram da reunião membros da diretoria do HGP, Escritório da Qualidade, da Superintendência de Unidades Próprias (SUP) e profissionais de saúde da assistência do HGP.

A renomada equipe do Sírio Libanês é composta pelo médico Brunno Cocentino, a especialista em Gestão Lirian Martiniuk Vieira e a fisioterapia do Hospital Sírio Libanês Sherindan Ayessa Ferreira de Brito. 

Aliarmos às expectativas é o que vamos propor aos pacientes de longa permanência e cuidado com a reabilitação. Verificamos que a direção e profissionais estão engajados neste projeto, isso é fundamental. A reabilitação não é somente para pacientes crônicos, mas para qualquer doença aguda, como trauma, acidente vascular cerebral (AVC) que vão necessitar deste serviço. O cuidado da equipe multiprofissional vai ser o centro das nossas intenções no hospital e fará a diferença para os pacientes”, explicou a consultora especialista em fisioterapia do Hospital Sírio Libanês, Sherindan Brito.

A diretora de Apoio à Gestão Hospitalar da SUP, Damarys Olebar, também comentou sobre a parceria. “O HGP possui um projeto de cuidados prolongados e paliativos. Este projeto do Sírio Libanês vai ao encontro das propostas já discutidas e elaboradas pela equipe multiprofissional da instituição. O projeto é de grande importância para a rede hospitalar, pois tem como objetivos qualificar a assistência aos pacientes de longa permanência, viabilizar o giro do leito e contribuir para a desospitalização segura. A operacionalização deste projeto impactará positivamente em toda rede de atenção hospitalar”, salientou.

O diretor-geral do HGP, Leonardo Toledo, falou do entusiasmo. “Estamos muito entusiasmados com este projeto. Sabemos o quanto será importante para o fortalecimento das ações da unidade, auxiliando na qualidade da assistência prestada aos nossos pacientes, beneficiando a realização de altas seguras, reabilitação hospitalar e giro de leitos”, destacou.

Além das orientações e troca de informações entre os profissionais durante os atendimentos, o ‘Reab’ oferecerá também equipamentos específicos para a unidade hospitalar para realização de atendimentos de pacientes agudos ou crônicos com possíveis sequelas da covid-19 ou mesmo de outras patologias.

O HGP assinou um termo de compromisso e adesão ao ‘Projeto Reab’. São participantes do projeto o Hospital Geral de Palmas (HGP), Hospital de Base (DF), Hospital Municipal de Contagem (MG), Hospital Geral de Fortaleza (CE) e Hospital Geral do Trabalhador (PR). Os cinco hospitais foram escolhidos dentre os 6,5 mil hospitais do Brasil.

Parceria

O ‘Projeto Reab’ conta com a parceria do Hospital Sírio Libanês e Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Institucional do Sistema Único de Saúde (PROADI-SUS).

Reunião dos integrantes do projeto

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.