Prisão em flagrante

Homem é preso em flagrante enquanto fazia boca de urna próximo a colégio no Tocantins

Propaganda de boca de urna é considerada crime eleitoral.

Por Redação 1.034
Comentários (0)

02/10/2022 12h27 - Atualizado há 1 ano
Homem foi conduzido à delegacia de Araguaçu

Um homem foi flagrado fazendo boca de urna em Araguaçu, na região sudoeste do Tocantins, na manhã deste domingo (2), e acabou sendo preso e conduzido à delegacia. A informação foi divulgada pela Secretaria da Segurança Pública boletim da Operação Eleições 2022.

O fato ocorreu nas proximidades do Colégio Salvador Caetano. Tanto o suspeito quanto o eleitor que recebia o santinho foram conduzidos para a delegacia. A polícia apreendeu com o homem cerca de 70 panfletos. Outro homem também foi preso por boca de urna em Figueirópolis. Ele estava distribuindo santinhos

Também houve um registro de queda energia em uma seção eleitoral em Colméia, mas o problema foi resolvido antes do início do horário de votação.

A propaganda de boca de urna ocorre quando cabos eleitorais e demais ativistas atuam junto aos eleitores no dia da votação, promovendo e pedindo votos para seu candidato ou partido. A prática é considerada crime eleitoral.

Em todo o Tocantins, cerca de 4,5 mil agentes da segurança pública estão mobilizados para garantir a segurança dos eleitores tocantinenses. Além do efetivo, cerca de 660 viaturas, 4 aeronaves e 1 embarcação estão de prontidão em todo o Estado. 

 Resumo da Operação Eleições 2022 em todo o Tocantins, até o momento:

•      0 casos de compra de votos

•      2 ocorrências de boca de urna

•      0 violação de sigilo do voto

•      0 propaganda irregular

•      0 ocorrências de transporte ilegal de eleitores

Operação Eleições 2022

A Operação Eleições 2022 tem como objetivo garantir a segurança dos brasileiros durante o período de votação. Além dos representantes institucionais das 27 unidades federativas, também participam: representantes do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), das Polícias Civis e Militares, da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dos Corpos de Bombeiros Militares, do Ministério da Defesa, da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), das Secretarias de Segurança Pública e Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil (Sedec).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.