21 anos

Jovem sai de SP para aplicar 'golpe do motoboy' em Palmas, mas acaba preso em flagrante

Ele tinha passagem marcada para retornar a São Paulo neste sábado (12).

Por Redação 741
Comentários (0)

12/09/2020 08h48 - Atualizado há 1 ano
Material apreendido com o suspeito

Um morador da cidade de São Paulo (SP) que estava aplicando a nova modalidade de crime conhecida como ‘golpe do motoboy’ em Palmas foi preso em flagrante na tarde desta sexta-feira (11).

O suspeito de 21 anos chegou na Capital tocantinense na quarta-feira (9) e estava com passagem marcada para retornar a São Paulo neste sábado (12). Após o flagrante, no entanto, ele foi recolhido na Casa de Prisão Provisória de Palmas (CPPP).

Conforme o delegado Túlio Pereira Motta, o golpe coloca a vítima em situação de erro para permitir que o criminoso subtraísse dinheiro de sua conta bancária.

Esse tipo de crime vem ganhando visibilidade no Brasil e já foi tema de reportagem exibida no programa ‘Fantástico’, da Rede Globo.

Como o golpe é aplicado

Para praticar o crime, segundo o delegado Túlio Pereira Mota, os criminosos se passam por funcionários de grandes bancos, entram em contato por meio do telefone fixo e informam a vítima sobre transação indevidamente realizada no cartão de crédito - transação essa que não existiu. Em seguida, os golpistas orientam a pessoa a entrar em contato com o banco.

Ocorre que os criminosos ‘seguram’ a linha fixa da vítima e, no momento em que ela termina de discar o 0800 existente no verso do cartão, os bandidos assumem a linha novamente e se passam por funcionários da operadora do cartão de crédito.

“Esses supostos funcionários orientam a vítima a entregar o cartão, pessoalmente, para um suposto funcionário, que vai até a residência da vítima, se apossa do cartão e realiza compras utilizando-se das conhecidas ‘maquininhas de cartões’”, disse o delegado.

Ainda conforme Túlio Pereira Mota, os criminosos possivelmente utilizam um decodificador sonoro que capta a senha no momento em que a vítima disca no aparelho de telefone fixo. Essa prática está sendo investigada pela Polícia Civil do Estado do Tocantins por meio de várias unidades policias no Estado.

“Acredita-se que há várias pessoas praticando tal conduta em Palmas. Por isso, fica aqui o alerta à população: não passe seus dados pessoais e senhas de cartão de crédito. Sempre desconfie. Desligue o telefone e ligue de outro aparelho para a operadora de seu cartão para esclarecer suas dúvidas”, orienta o delegado.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.