CNMP

Katia Abreu pede remoção de Deltan Dallagnol do comando da Lava Jato por 'interesse público'

A senadora pede que o procurador seja removido por "interesse público”.

Por Redação 630
Comentários (0)

09/10/2019 16h08 - Atualizado há 6 dias
Deltan Dallagnol é coordenador da Lava Jato

A senadora Katia Abreu (PDT-TO) protocolou no Conselho Nacional do Ministério Público um pedido de remoção do procurador Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa Lava Jato. A informação foi divulgada pela Folha de S. Paulo.

Na peça, a senadora questiona, entre outros pontos, a remuneração obtida por Deltan ao longo da operação com a realização de palestras. Kátia pede que o procurador seja removido por "interesse público”.

“Cumpre desde logo esclarecer que o presente pedido de remoção por interesse público não representa um ato de hostilidade à operação Lava Jato, mas sim uma medida que busca atender ao interesse público e conferir credibilidade à persecução penal conduzida pela força-tarefa”, diz a representação.

Conforme a senadora, essa remoção "visa essencialmente resguardar as condições de atuação minimamente isenta do Ministério Público enquanto instituição”.

“Se, por qualquer motivo, um de seus membros vier a perder tais condições, a remoção é uma das medidas jurídicas possíveis para restauração da credibilidade institucional.”

A representação de Kátia Abreu não explora mensagens reveladas pelo The Intercept Brasil, mas lista as mais de 15 representações das quais Deltan é alvo no CNMP para indicar que há questionamentos à sua atuação.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.