SPC

Mesmo com crise, inadimplência cai 88% em abril no comércio de Araguaína, aponta Aciara

Número de pessoas que pagaram as dívidas subiu 30%.

Por Redação
Comentários (0)

14/05/2020 16h13 - Atualizado há 1 ano
Centro comercial de Araguaína

Os dados do Serviços de Proteção ao Crédito (SPC) mostraram uma forte queda da inadimplência no comércio de Araguaína no mês de abril. O número de registros de novos devedores no SPC caiu 88,20% no comparativo com o mês anterior, março. Já em relação ao mesmo período de 2019, a redução foi de 62,49%.

Outra boa notícia foi o número de pessoas que pagaram suas dívidas e retiraram os nomes do SPC. O aumento foi de mais de 30% em relação a março deste ano.

Diante do cenário de crise provocado pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), esses novos registros revelam que o consumidor de Araguaína está mais cauteloso diante das incertezas.

Para o diretor do SPC da Associação Comercial e Industrial de Araguaína (Aciara), Alberto Luna, pagar a dívida antiga e evitar contrair novas despesas foi o caminho escolhido pelo cliente até agora.

A gente pode sinalizar como precaução do consumidor diante da insegurança provocada pelo novo coronavírus. Talvez o auxílio emergencial, liberado pelo Governo Federal fez com que os clientes priorizassem pagar suas contas para evitar um futuro pior ainda. Essa é a mesma linha de raciocínio para a retirada do nome do SPC”, destacou.

Na contramão dos que evitaram contrair novas dívidas, o SPC constatou que houve um aumento de 12,27% na procura por crédito em relação ao mês de março. “A gente acredita ser aquele momento de relaxamento que a população local sentiu que a situação do vírus não tinha atingido a cidade e deu uma certa tranquilidade para procurar crédito com a expectativa de que a vida seguiria normalmente”, disse Alberto.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.