Asfalto em Araguaína

Moradores do Araguaína Sul reclamam da lentidão de obras de pavimentação

Por Redação AF
Comentários (0)

12/10/2016 09h15 - Atualizado há 1 mês
Com as obras de pavimentação asfáltica em ritmo lento, os moradores do Setor Araguaína Sul estão fazendo malabarismo para sair de casa, principalmente nos dias de chuva. As máquinas estão executando serviços de terraplanagem, contudo, o início do período chuvoso deixa a situação ainda mais delicada. Em algumas ruas, a enxurrada chegou a invadir as casas por causa das obras. Em outras vias, são as poças de lama que impedem o tráfego de veículos. As obras, que vão beneficiar sete bairros da cidade, estão sendo executadas através de convênio da Caixa/PAC II - Pró-Transporte, no valor de R$ 44 milhões, sendo R$ 2 milhões de contrapartida do Governo do Estado. Os setores beneficiados no projeto foram Araguaína Sul, Tereza Hilário, Raizal, Tocantins, Morada do Sol, Ana Maria e Bairro São João. O convênio foi assinado ainda em 2012, quando o atual prefeito Ronaldo Dimas (PR) era Secretário Estadual das Cidades. Após inúmeras cobranças da prefeitura de Araguaína, inclusive correndo o risco de perder o convênio, o Governador do Estado, Marcelo Miranda (PMDB), assinou a ordem de serviço no dia 09 de maio de 2016. As obras iniciaram, mas logo foram interrompidas por falta de pagamento. Agora com o tempo chuvoso, muitos moradores reclamam do barro que se concentra no meio das ruas, impedindo até mesmo a passagem de pedestres. Resposta da Prefeitura de Araguaína A Secretaria da Infraestrutura de Araguaína informou que, atualmente, seguem as obras de drenagem e pavimentação nos Setores Araguaína Sul e Maracanã. “Algumas interrupções temporárias foram necessárias em razão das chuvas nos últimos dias, sem prejuízo ao andamento das obras no cronograma previsto”, afirmou. As frentes de serviço estavam executando a drenagem nas Avenidas Paraguai e Amazonas (Araguaína Sul) e ainda a compactação de base para a pavimentação na Rua das Gaivotas (Maracanã), e pavimentação das ruas Beija-Flor e Antônio de Matos (Maracanã). Resposta do Governo do Estado Já a Secretaria da Infraestrutura do Estado afirmou que as obras não estão paralisadas e que elas seguem o cronograma previsto no contrato. Os serviços no Setor Maracanã e no Setor Itaipu devem ser entregues ainda este ano, já o Araguaína Sul, apenas em 2017. Conforme a secretaria, as obras estão em fase de conclusão no Setor Itaipu. No local estão sendo feitos os serviços de passeios, acessibilidade de sinalização. No Setor Maracanã estão sendo realizados os serviços de capa asfáltica. Já no Setor Araguaína Sul estão sendo executados os serviços de drenagem e terraplanagem.

Comentários (0)

Mais Notícias

De olho nas oportunidades

Vagas temporárias: qual o perfil das pessoas a serem contratadas no Tocantins?

50% dos comerciantes preferem contratar mulheres para ocuparem os cargos.

Danos morais

Empresas são condenadas por negativar nome de mulher falecida no Tocantins

A suspensão das cobranças deveria ter sido feita logo após o óbito por conta de seguro.

Profissões

Top 20: Profissões que mais avançaram nos últimos anos e outras que sumiram

Nas que mais avançaram, há uma predominância de atividades voltadas para a saúde.

Oportunidades

230 vagas de emprego para Palmas, Araguaína e mais sete cidades do Tocantins

As cidades que têm mais vagas disponíveis são Araguaína, com 64, Palmas, 56, e Taquaralto, 26.

Política

Bolsonaro cogita Sérgio Moro no Supremo Tribunal Federal, diz presidente do PSL

Bebianno é cotado para ser ministro da Justiça num eventual governo Bolsonaro.

3ª Corrida da Justiça

Cerca de 1.000 atletas participam de tradicional prova noturna no Tocantins

Os corredores se dividiram em dois trajetos (5 e 10 km) finalizando na na Praça dos Girassóis.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.