Abuso de poder

MP Eleitoral pede cassação de Carlesse e nova eleição para governador do Tocantins

O Governo disse que não vê sentido nesta ação proposta pelo MPF.

Por Redação 9.639
Comentários (0)

08/01/2019 08h42 - Atualizado há 2 semanas
Novo pedido de cassação protocolado no TRE-TO

A Procuradoria Regional Eleitoral do Tocantins ingressou com um novo pedido de cassação do mandato do governador Mauro Carlesse e do vice, Wanderlei Barbosa, ambos do PHS, baseado na extinção de 15,7 mil contratos temporários no dia 1º de janeiro. A representação foi protocolada no TRE-TO no domingo (6). 

Conforme o procurador eleitoral Álvaro Manzano, a contratação excessiva de servidores temporários na eleição suplementar se estendeu às eleições estaduais e desequilibrou o pleito a favor de Carlesse. Caso o pedido seja aceito, o MP pede ainda a realização de nova eleição para governador e vice do Tocantins. 

O procurador argumenta que a extinção dos contratos é um indício de que os milhares de servidores nunca foram necessários ao serviço público e tinham apenas a finalidade de obterem apoio eleitoral.

"Essa ação demonstra cabalmente que as condutas abusivas praticadas pelos requeridos nas eleições suplementares, tais como a contratação excessiva de servidores temporários, foram estendidas às eleições estaduais, desequilibrando o processo eleitoral a seu favor", escreveu o procurador.

A asssessoria do governador disse que Carlesse "cumpriu estritamente as determinações da Justiça Eleitoral e também do Tribunal de Contas". Conforme a nota, o Governo não vê sentido nesta ação proposta pelo MPF e que acredita no trabalho da Justiça.

"Portanto, não foi praticado nenhum ato que tenha infringido as leis eleitorais. Tanto que somente agora em Janeiro, após o fim do período vedado pela Justiça Eleitoral, o Governo iniciou o processo de reforma administrativa e enxugamento da máquina com a extinção de cargos temporários e comissionados em excesso", finaliza.

Em razão de supostos abusos na eleição suplementar, o MP Eleitoral já havia pedido a cassação do governador e vice numa Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije), que aguarda julgamento no TRE-TO. 

Comentários (0)

Mais Notícias

Concurso público

DPE pede que Justiça obrigue Governo a nomear 356 aprovados da Defesa Social

Além de não convocar os aprovados, o Governo contratou 260 servidores para exercer as mesmas funções.

Fake news

Boato sobre morte de delegado de Araguaína causa confusão nas redes sociais

A informação repercutiu e até uma nota foi divulgada pelo Sindepol-TO.

Monte Fitz Roy

Escaladores brasileiros desaparecem na Patagônia e mau tempo atrapalha buscas

As buscas, neste momento, segundo ele, permanecem suspensas em razão do mau tempo.

2019-2021

Gedeon Pitaluga toma posse na OAB Tocantins focado na valorização da advocacia

Ele é o presidente mais jovem a assumir o comando da Seccional Tocantins.

Promoções

Governo do Tocantins promove 38 militares e nomeia mais servidores públicos

Os militares foram promovidos para as patentes de 1º e 2º tenente, coronel e major.

Fluxo de passageiros

Mais de 673 mil viajantes passaram pelo Aeroporto de Palmas em 2018, alta de 3%

O grande potencial turístico do Estado e divulgação de suas belezas naturais contribuíram.

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.