Novo Acordo (TO)

MPE pede afastamento de vice acusado de mandar matar prefeito no Tocantins

A ação pede a condenação por improbidade suspensão dos direitos políticos.

Por Redação 1.070
Comentários (0)

24/05/2019 19h04 - Atualizado há 3 semanas
Prefeito e vice (atrás)

O Ministério Público Estadual pediu o afastamento cautelar do vice-prefeito de Novo Acordo (TO), Leto Moura Leitão Filho, que está preso preventivamente há mais de quatro meses acusado de mandar matar o prefeito do Município, Elson Lino de Aguiar Filho.

O pedido consta numa Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa ajuizada nesta quinta-feira (23) contra o vice-prefeito.

A tentativa de homicídio aconteceu no dia 09 de janeiro de 2019, quando o pistoleiro Gustavo Araújo, a mando do vice, foi até a residência do prefeito e disparou três tiros contra ele, dois no rosto e um no braço. Leto Moura foi preso no dia seguinte. 

Segundo a ação, o vice-prefeito deve ser responsabilizado por improbidade administrava ao atentar contra os princípios da moralidade na administração pública e da lealdade institucional ao tentar concretizar um projeto de poder mandando executar o atual prefeito para ascender ao posto de chefe do Poder Executivo.

Após a prisão do vice, o prefeito da cidade baixou um decreto afastando-o do cargo. Porém, a promotora Renata Castro Rampanelli disse que o decreto é ilegal por ferir os princípios constitucionais do contraditório e da ampla defesa. “Registre-se que o Ministério Público não está defendendo a permanência do requerido (vice-prefeito) no respectivo cargo, apenas preza pela observância das prerrogativas constitucionais”.

Diante do argumento exposto, a ação pede o afastamento do vice-prefeito pelo período máximo de 180 dias ou até o término da instrução processual, e que ao fim do processo, este seja condenado por improbidade administrativa e tenha os direitos políticos suspensos.

No dia 24 de abril, o Ministério Público também ofereceu denúncia criminal contra o vice-prefeito e outros três acusados por tentarem matar o prefeito de Novo Acordo. 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.