Palmas

MPTO investiga possível erro de cálculo em faturas de energia e cobra explicações à Energisa

Um inquérito civil já foi instaurado pelo Ministério Público do Tocantins.

Por Redação 1.025
Comentários (0)

19/05/2021 15h47 - Atualizado há 6 meses
MPTO apura se há erro no cálculo da conta de luz no Tocantins

A Promotoria de Justiça do Consumidor da Capital instaurou inquérito civil com o fim de investigar a ausência de informações nas faturas das unidades consumidoras integrantes do sistema de compensação de energia elétrica (microgeração/minigeração) e possíveis erros de cálculos nesses faturamentos realizados pela concessionária de energia elétrica Energisa.

Para instruir o procedimento, a Promotoria de Justiça requereu esclarecimentos à Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) acerca da regularidade do serviço prestado pela Energisa e se atende aos parâmetros da resolução normativa.

Também foram solicitadas informações à Energisa sobre a possibilidade de disponibilizar canal de atendimento, com ampla publicidade, objetivando prestar esclarecimentos às unidades consumidoras integrantes do sistema de compensação de energia elétrica (microgeração/minigeração).

Sistema de Compensação de Energia Elétrica

O Sistema de Compensação de Energia Elétrica é um procedimento no qual o consumidor de energia elétrica instala pequenos geradores em sua unidade consumidora (como, por exemplo, painéis solares fotovoltaicos e pequenas turbinas eólicas) e a energia gerada é usada para abater o consumo de energia elétrica da unidade.

Quando a geração for maior que o consumo, o saldo positivo de energia poderá ser utilizado para abater o consumo em outro posto tarifário ou na fatura do mês subsequente.

O QUE DIZ A ENERGISA

Em nota, a Energisa disse apenas que as faturas das unidades do sistema de compensação de Geração Distribuída (GD) estão corretas e de acordo com as exigências regulatórias e tributárias. Acrescentou que as informações relativas à GD estão disponíveis aos clientes na própria conta, que é acompanhada também de material informativo.

Informações foram solicitadas à Aneel e à Energisa

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.