Saúde

Mutirão noturno retira 20 pacientes da fila de espera por cirurgias do aparelho digestivo no Tocantins

A ideia é que o mutirão seja realizado duas vezes ao mês no HGP.

Por Redação 713
Comentários (0)

14/10/2019 11h38 - Atualizado há 2 anos
O mutirão, conhecido como "Corujão da CAD", beneficiou 20 pacientes

Pacientes cadastrados pela Central de Regulação da Secretaria de Estado da Saúde (SES) que aguardavam por procedimentos eletivos foram atendidos no Mutirão de Cirurgia do Aparelho Digestivo conhecido como “Corujão da CAD”, realizado na noite do sábado (12), no Hospital Geral de Palmas (HGP).

A ação faz parte da estratégia do Opera Tocantins, criada pela Lei Nº 3.369/2018, que visa agilizar a realização de cirurgias eletivas em todo o Estado.

No total, 20 pacientes foram atendidos com procedimentos de colecistectomias (retirada cirúrgica da vesícula biliar), videolaparoscópicas (feitas por meio de pequenas incisões no corpo), hérnias inguinais, hérnias umbilicais, hérnias epigástricas e hérnias femorais.

Uma equipe composta por 26 profissionais trabalharam dentro do PAGH-Cirúrgico, respaldado pelo Opera Tocantins, que contempla os trabalhadores que atuem na realização do procedimento cirúrgico eletivo em horários que não coincidam com o cumprimento de sua jornada ordinária ou extraordinária, podendo o profissional atuar aos sábados, domingos, feriados, dias de ponto facultativo e durante a semana inclusive em período noturno e madrugada.

Segundo o diretor geral do HGP, Leonardo Toledo, a ideia é que o Corujão CAD seja realizado duas vezes ao mês. “Nesta edição de outubro envolverá diversos profissionais qualificados na assistência ao paciente. A equipe conta com cinco cirurgiões, quatro residentes, dois enfermeiros, quatro instrumentadores cirúrgicos; além de equipe de apoio incluindo recepção, limpeza, maqueiros, entre outros. Nosso objetivo principal atender o maior número de pacientes em um curto período de tempo”, destacou.

De acordo com o cirurgião, coordenador do Serviço de Cirurgia do Aparelho Digestivo do HGP, Itágores Hoffman, “a ação conta com uma equipe especializada em busca de diminuir a demanda de pacientes que aguardam por este tipo de cirurgia e são usados equipamentos de laparoscopia, que causam menos incômodo no pós-operatório e garante uma recuperação mais rápida ao paciente”.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.