Agricultura

No Matopiba, Wanderlei anuncia melhoria nas rodovias: 'não é promessa, é compromisso'

Região agrícola fica na divisa entre o Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia.

Por Redação 554
Comentários (0)

10/04/2022 09h42 - Atualizado há 4 meses
Com 100 mil hectares de área produtiva, região movimenta R$ 150 milhões

No coração do Matopiba, o governador do Tocantins, Wanderlei Barbosa, se reuniu com produtores da região, neste sábado (9), na sede da Agrícola Rio Galhão, para ouvir as demandas e debater soluções estratégicas para melhoria da logística de escoamento da produção .

A região conhecida como Chapada das Mangabeiras faz parte da fronteira agrícola, que abrange os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia (Matopiba). Com 100 mil hectares de área produtiva, somando cerca de 25 produtores e movimentando R$ 150 milhões por ano, é uma das regiões mais produtivas do Tocantins.

O governador disse que tem visitado todas as regiões produtivas do Tocantins com intuito de conhecer as demandas dos produtores e levar infraestrutura. “Nós temos visitado todas as regiões produtivas do Estado e interagindo com os produtores. Temos que fazer uma carga tributária humanizada para que eles possam produzir e escoar, e ter uma lucratividade normal como em todo Brasil. As nossas rodovias precisam ser melhoradas, nós temos trabalhado muito isso e vamos fazer em diversas regiões, modificações e melhorias nas rodovias. E nós estamos conhecendo aqui justamente para trazer infraestrutura, isso não é uma promessa, é um compromisso, aqui não é gasto, é investimento”, destacou.

Uma das principais demandas dos produtores da região é investimento em infraestrutura para melhorar o escoamento da produção. O sócio-proprietário da Agrícola Rio Galhão, Sérgio Bueno, ressalta que a criação de uma estrada ligando a região à São Félix do Tocantins, além facilitar o escoamento da produção pelo Tocantins, promoverá o desenvolvimento econômico de todo o Estado. 

“Precisamos de melhorias na logística para o escoamento da produção, criando uma estrada que liga a São Félix nos dando acesso a ferrovia Norte-Sul. Hoje, por falta dessa logística, adquirimos produtos da Bahia como calcário e adubo, que poderiam ser adquiridos no Tocantins, além de toda a geração de renda e emprego e arrecadação que poderiam gerar com a construção dessa estrada, é um desenvolvimento econômico gigante para o nosso Estado”, afirmou o produtor.

Wanderlei dissse que sua gestão tem compromisso com o desenvolvimento do agronegócio tocantinense. “O Governo precisa perceber o tamanho e pujança do setor produtivo daqui e daquilo que pode produzir também para o nosso tesouro, para que a gente possa continuar fazendo investimento. Eu conheci aqui grandes proprietários, fazendeiros, industriais, empresários que alavancam a nossa economia, a economia nacional, e nós temos que dar atenção, temos que fazer os devidos investimentos”, finalizou Wanderlei Barbosa.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.