R$ 9 bilhões

Olyntho defende 'pacotaço' bilionário de privatizações planejado pelo governo Carlesse

"Contem sempre comigo", disse Olyntho ao secretário Armando.

Por Redação 679
Comentários (0)

17/06/2020 16h40 - Atualizado há 1 ano
Deputado Olyntho é aliado de primeira hora do governo Carlesse

O deputado estadual Olyntho Neto (PSDB) defendeu o pacote bilionário de privatizações, planejado pelo Governo do Tocantins, durante uma reunião com o secretário da Fazenda e Planejamento, Sandro Henrique Armando, nesta quarta-feira (17). 

O pacote envolve a privatização de nove rodoavias estaduais, Parque Estadual do Jalapão, Agência Tocantinense de Saneamento (ATS), terminais rodoviários, hospital infantil e de uma unidade prisional. O governo também planeja vender sua participação na concessionária de energia, a Energisa.

A meta inicial do governo é arrecadar R$ 9 bilhões. A concessão mais avançada é a de nove rodovias estaduais que, juntas, podem atrair R$ 5 bilhões em obras. 

“Temos acompanhado desde outros Governos federais o êxito nas privatizações. Um exemplo, é a telefonia celular, que hoje todo cidadão tem acesso, graças a privatização”, defendeu Olyntho.

O deputado citou o Aeroporto de Brasília como exemplo de sucesso. "Acredito que é isso que o nosso Tocantins precisa. Temos a BR-153, com a discussão que vem há anos para realizar a tão sonhada duplicação. Vejo que o Governo do Tocantins está no rumo certo".

"O Estado fica mais focado em saúde, educação e desenvolvimento social, e fiscalização das ações, deixando as manutenções para a iniciativa privada. Acredito que seja o melhor caminho para que esses recursos sejam revertidos em obras estruturantes e necessárias para o Estado".

VEJA TAMBÉM

Governo autoriza privatização de várias rodovias estaduais do Tocantins, no total de 640 km

No Tocantins, pacote bilionário de concessões inclui Jalapão, ATS, hospital, rodovias e prisão

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.