Polícia Federal

PF faz buscas em Araguaína e Palmas contra empresário apontado como grileiro de terras

Suspeito seria o maior grileiro de terras indígenas do Brasil.

Por Redação 1.359
Comentários (0)

21/07/2021 16h03 - Atualizado há 1 semana
Policiais federais

Uma operação da Polícia Federal cumpriu quatro mandados de busca e apreensão nas cidades de Araguaína (TO), Palmas (TO) e Brasília (DF) nesta terça-feira (20).

Denominada de ‘Sesmarias’, a operação visa desvendar um esquema criminoso envolvendo a grilagem de terras públicas dentro da Terra Indígena Ituna-Itatá, localizada nos municípios de Altamira e Senador José Porfírio, ambos no Pará.

Segundo o apurado pelo Estadão, um dos principais alvos da operação foi Jassonio Costa Leite, um empresário do Tocantins apontado como o maior grileiro de terras indígenas do Brasil.

Ele mantém relações diretas com políticos em Brasília e já foi multado pelo Ibama em R$ 105,5 milhões por ter desmatado uma área equivalente a mais de 21 mil campos de futebol em uma terra indígena no Pará. 

Conforme a Polícia Federal, a organização criminosa atuava na invasão da área federal com restrição de uso, promovendo a doação e venda (em troca de dinheiro ou serviços) de lotes de área pública com intenção de formar um assentamento e consolidar a ocupação de não indígenas na área, mediante a formação de uma vila (intitulada de Vila Nova Canaã ou Vila Boa Esperança), com comércios e promessa de construção de escolas e igrejas, na tentativa de dar aparência de legalidade e legitimar as posses, além de incentivar a criação de uma associação para viabilizar o intento criminoso.

Estima-se que a organização criminosa tenha arrecadado mais de R$ 1 milhão entre os anos de 2018 e 2020 com o esquema criminoso.

Os investigados serão indiciados pelos crimes de estelionato, organização criminosa, invasão de terra pública, lavagem de capitais e desmatamento de floresta nativa.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.