Araguaína

Polícia Civil cumpre mandados em hotel de empresária suspeita de ser servidora 'fantasma'

A empresária estaria lotada na Secretaria-Geral do Governo há 28 meses e recebia sem trabalhar.

Por Redação 14.041
Comentários (0)

06/12/2018 10h52 - Atualizado há 4 dias
Polícia Civil no Hotel Relicário

A Polícia Civil cumpre na manhã desta quinta-feira (06) mandados de busca e apreensão no prédio do Hotel Relicário, em Araguaína. A suspeita é que a proprietária, Kátia Borba Neves, seria servidora ‘fantasma’ do Estado.

As informações iniciais da Polícia Civil apontam que a empresária estaria lotada na Secretaria-Geral do Governo há 28 meses e recebia sem prestar serviços ao Estado, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 250 mil.

Veículos da Polícia Civil estão neste momento no hotel. Segundo a delegada Ana Maria Varjal, que comanda as investigações em Araguaína, documentos aprendidos no estabelecimento comprovam o crime.

Além do hotel, mandados também foram cumpridos na residência da empresária. Kátia Borba ainda não foi encontrada pela polícia e deve ser ouvida posteriormente.

Outras pessoas também estão sendo investigadas no esquema.

Empresária Kátia Borba Neves

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.