Bairro São João

Polícia Civil estoura esconderijo de cinco fugitivos do Barra da Grota em Araguaína

A polícia encontrou no local duas pistolas e muitas munições. 

Por Redação 24.522
Comentários (0)

09/10/2018 12h56 - Atualizado há 8 meses
Cinco fugitivos estavam numa residência no Bairro São João

Policiais civis da DEIC e da Delegacia de Repressão a Roubos de Araguaína estouraram por volta do meio-dia desta terça-feira (9) o esconderijo de cinco detentos que fugiram do Presídio Barra da Grota durante a rebelião do último dia 2 de outubro. 

Segundo o delegado regional Bruno Boaventura, o esconderijo fica localizado em uma residência na rua 9 do Bairro São João. A polícia encontrou no local duas pistolas e muitas munições. 

Um dos presos recapturados é Lidembergue Lima Silva, 29 anos, acusado de assalto à mão armada e apontado como líder da rebelião. Duas mulheres foram presas e duas adolescentes apreendidas. Elas são suspeitas de abrigar os fugitivos. Uma das presas está usando tornozeleira eletrônica.

A Polícia Civil está levando todos os presos para a Central de Flagrantes e, após os procedimentos cabíveis, serão devolvidos ao presídio. 

Veja quem são os presos recapturados e os sete que continuam foragidos

ENTENDA

No total, 28 detentos fugiram do presídio Barra da Grota no último dia 2. Os criminosos fizeram uma professora de refém, tomaram armas de agentes prisionais, exigiram a abertura dos portões e ganharam as ruas.

O chefe de plantão do presídio, Roberto da Silva Aires, de 27 anos, e a professora Elisângela Mendes Sobrinho, de 43 anos, ficaram mais de 24 horas em poder dos criminosos numa região de mata fechada.

Nove fugitivos morreram durante confronto com a polícia. Com os cinco recapturados de hoje, restam apenas sete foragidos.

VÍDEO

Vídeo
Vídeo

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.