Nesta segunda, 13

Policiais civis cruzam os braços em todas as cidades do Tocantins em protesto

Segundo o Sinpol, a paralisação é contra a Reforma da Previdência e a favor da aposentadoria policial.

Por Redação 6.385
Comentários (0)

13/05/2019 10h15 - Atualizado há 1 semana
Polícia Civil

Policiais civis do Tocantins vão paralisar as atividades das 13h às 18h desta segunda-feira (13) em protesto contra a Reforma da Previdência e a favor da aposentadoria policial.

A paralisação foi convocada pela Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis (Cobrapol) e comunicada à categoria de todas as cidades do Estado através do Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins (Sinpol).

Segundo o Sinpol, todas as unidades vão aderir ao movimento nacional. Em Palmas, a concentração ocorrerá em frente à Central de Flagrantes do 1°DP na Teotônio Segurado, e contará com a presença de policiais federais e rodoviários federais.

O sindicato afirmou também que já promoveu ações no aeroporto de Palmas no intuito de sensibilizar deputados federais e senadores a não apoiarem o novo texto da reforma, que, segundo afirmado, traz prejuízos à categoria.

Além disso, uma caravana de policiais sairá para Brasília no próximo dia 21 de maio para mobilização junto ao Congresso Federal. Espera-se mais de 5.000 policiais, entre civis, federais e rodoviários federais.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.