Investimentos

Presente em 11 estados, empresa quer construir novo armazém e fábrica de rações no Tocantins

Novo armazém triplicará a capacidade atual.

Por Redação 2.775
Comentários (0)

12/04/2024 14h39 - Atualizado há 1 mês
Armazém de grãos da Agronorte

Notícias do Tocantins - A Agronorte, empresa sediada em Tocantinópolis (TO), líder em diversos segmentos do agronegócio e com atuação em 11 estados do Nordeste e Norte, teve um grande salto no ano passado após avançar 75% entre 2021 e 2022. Além disso, planeja ampliar a capacidade de armazenamento de grãos e produção de rações animais.   

"Temos uma história de crescimento e diversificação. O resultado deste ano está de acordo com nosso planejamento, tendo em vista a queda dos preços dos grãos e do boi gordo, entre outros fatores que impactaram negativamente o mercado. Mesmo assim, confiamos no potencial da região e já iniciamos estudos para a construção de um armazém de grãos em Pedro Afonso (TO) e de uma fábrica de rações na região sul do Tocantins", revela o presidente, Gilmar Carvalho.  

O novo armazém triplicará a capacidade atual, chegando a 36 mil toneladas estáticas. No total, a empresa espera movimentar 120 mil toneladas na safra 2024/2025. O armazém atual tem capacidade para 14 mil toneladas estáticas – a Agronorte movimentou 60 mil toneladas na última safra de grãos. 

A nova fábrica de rações terá capacidade inicial de 15 mil toneladas por mês, volume que será multiplicado por três quando o projeto estiver concluído. A fábrica atual tem capacidade para 12 mil toneladas mensais.  

"Tanto o novo armazém como a fábrica de rações são essenciais para o crescimento da Agronorte nos próximos anos. A produção animal e de grãos avança em ritmo acelerado no Norte e Nordeste. Precisamos estar preparados para atender às necessidades dos agricultores e criadores", ressalta o diretor Vinícios Carvalho.  

Sobre a Agronorte 

Constituída em 1985, a Agronorte é líder em alimentação animal no Norte e Nordeste e tem atuação diversificada, com fazendas de pecuária (cria e recria), piscicultura, logística, armazenagem e trade de milho e soja (mercados interno e exportação), revendas de produtos agropecuários, fabricação de rações animais, posto de combustível e loja de conveniência. A Agronorte gera 700 empregos diretos e tem sólido crescimento nos últimos anos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.