Advocacia

Rita Rocha recebe novos apoios e lembra que OAB-TO nunca foi presidida por mulher

Pré-candidata à presidência da OAB está percorrendo o estado.

Por Redação
Comentários (0)

20/09/2021 06h35 - Atualizado há 1 mês
Rita Rocha e Darlan Gomes (primeiro da esquerda para a direita) em visita a escritório de advocacia em Arapoema

A pré-candidatura da advogada Rita Rocha à presidência da OAB Tocantins recebeu novos apoios durante a semana passada. O grupo defende a paridade, uma vez que mais de 50% dos profissionais inscritos no Estado são mulheres, mas a entidade nunca teve uma presidente.

“Não se trata de gênero, mas da necessária e importante contribuição que a OAB terá diante da qualidade existente nas mulheres advogadas do Tocantins, as quais, diariamente, demonstram altivez, experiência e conhecimento”, disse Darlan Aguiar, um dos novos apoiadores.

- André Zaratin (tesoureiro da Caixa de Assistência dos Advogados do Tocantins (CAATO) e membro da Comissão de Direito Imobiliário e de Alvará Judicial Eletrônico – entre 2016 e 2018); 

- Darlan Gomes (ex-presidente da subseção de Colinas – 2016/2018);

- Sibele Biazotto (presidente do Conselho Penitenciário do Tocantins e Presidente da Associação Brasileira dos Advogados Criminalistas (ABRACRIM) e;  

- Alessandra Bueno (ex-presidente da Associação Tocantinense dos Advogados Trabalhistas (ATAT).

“Mulheres são competentes, dedicadas, fortes, guerreiras, batalhadoras e mães, tudo ao mesmo tempo, e chegou a hora de uma mulher com este perfil presidir”, completou André Zaratin.  

Os novos apoiadores também destacaram a credibilidade de Rita Rocha e, consequentemente, transparência que deve ser refletida numa futura gestão.

Integridade moral para estar à frente de uma instituição encarregada de fiscalizar e orientar o exercício da advocacia e responsabilizar práticas que infrinjam seu Código e Ética, assim como defender a Constituição, os direitos humanos, o estado de direito e a justiça social”, confirma Sibele Biazotto, ao declarar apoio público a Rita Rocha.

“Quando recebi a notícia da sua pré-candidatura, não tive qualquer dúvida em incentivá-la a aceitar pela convicção de que ela irá presidir de forma includente e participativa, sem perder de vista o papel importante que a OAB deve exercer em nossa sociedade. Vejo nela muitas qualidades, o que se potencializa pelo seu caráter”, afirma Alessandra Bueno.

“Receber cada declaração de várias partes do Estado como da doutora Daiane Jácomo, em Tocantinópolis; doutor Alex Brito, de Pedro Afonso; as doutoras Flaviana e Leila, de Colinas; aos nobres colegas de Palmas, como Pedro Biazotto, Meire Castro, Lidiane Barros, Maurilho Pinheiro, Claudia Bonfim, Livia Ferraz e Tenório Cavalcante, renovam a força para, além da participação política, continuar sendo exemplo”, afirmou Rita Rocha.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.