Delação

Rossine diz ter entregue propina de R$ 5 milhões nas mãos de Eduardo Siqueira Campos

O empreiteiro concordou em devolver R$ 30 milhões aos cofres públicos.

Por Redação 6.319
Comentários (0)

26/01/2019 11h04 - Atualizado há 7 meses
Eduardo Siqueira (esq.) e Rossine Aires Guimarães

O empreiteiro Rossine Aires Guimarães, dono da Construtora Rio Tocantins, disse que entregou R$ 5 milhões de propina nas mãos do atual deputado estadual Eduardo Siqueira Campos (DEM), filho do ex-governador Siqueira Campos (DEM).

O dinheiro foi entregue em cinco cheques de um agiota de Araguaína no valor de R$ 1 milhão cada. Rossine disse que tem cópia de todos eles. A propina era o pagamento por contratos superfaturados de obras de infraestrutura no Governo do Tocantins entre 2010 e 2014, na gestão dos ex-governadores Siqueira Campos e Sandoval Cardoso

"Pra não sair direto da minha conta, eu emprestei direto pro agiota, sabe.. o agiota num sabe nada disso.. de vez em quando eu faço negócio com agiota... emprestei pro agiota.. ele ficou mais ou menos um mês trabalhando com esse dinheiro... aí eu peguei cinco cheques de novo com ele de um milhão e passei direto pro Eduardo", revelou Rosssine em delação premiada ao Ministério Público Federal.

No acordo de delação, Rossine Aires Guimarães concordou em devolver R$ 30 milhões aos cofres públicos. O pagamento foi dividido em dez anos e até agora ele já devolveu R$ 6 milhões.

Por ter foro privilegiado, o deputado Eduardo Siqueira Campos não foi denunciado pelo MPF, nesta sexta-feira (25), juntamente com oito empreiteiros que participavam do esquema de corrupção. O núcleo político do suposto esquema foi denunciado em dezembro do ano passado. Entre eles, estão os ex-governadores Siqueira Campos e Sandoval Cardoso e o ex-secretário Kaká Nogueira.

Com informações da jornalista Ana Paula Rehbein.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.