Anvisa recomendou

Saúde suspende vacinação de grávidas com o imunizante da AstraZeneca no Tocantins

Grávidas com e sem comorbidades já estavam sendo vacinadas.

Por Redação 539
Comentários (0)

11/05/2021 10h31 - Atualizado há 1 mês
Grávida sendo vacinada

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informou na manhã desta terça-feira (11) que a imunização de gestantes contra covid-19 com a vacina AstraZeneca está temporariamente suspensa no Tocantins.

A decisão atende a recomendação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Em alguns municípios do Tocantins, grávidas com e sem comorbidades estavam sendo imunizadas com a vacina AstraZeneca. No momento, não há relatos de sintomas adversos nas grávidas tocantinenses imunizadas com a vacina.

“Esclarecemos que aguardamos a nota oficial do Ministério da Saúde (MS) sobre a recomendação da Anvisa para maiores esclarecimentos sobre o assunto”, disse a SES.

A orientação da Anvisa é que a indicação da bula da vacina AstraZeneca seja seguida pelo Programa Nacional de Imunização (PNI), do Ministério da Saúde. A decisão é resultado do monitoramento de eventos adversos feito de forma constante sobre as vacinas contra a covid-19 em uso no país.

“O uso off label de vacinas, ou seja, em situações não previstas na bula, só deve ser feito mediante avaliação individual por um profissional de saúde que considere os riscos e benefícios da vacina para a paciente. A bula atual da vacina contra a covid-19 da AstraZeneca não recomenda o uso da vacina sem orientação médica”, ressaltou a Anvisa.

A vacina vinha sendo usada em gestantes com comorbidades. Agora, só podem ser aplicadas nas grávidas a CoronaVac e a vacina da Pfizer.

 

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.