Em Palmas

Seagro e parceiros realizam seminário do Plano Estratégico Livre de Aftosa sem Vacinação

Entre as ações foi instituída a política pública do Programa Estadual de Melhoria da Qualidade Genética de Rebanhos.

Por Redação
Comentários (0)

17/12/2018 16h31 - Atualizado há 1 ano
Evento em Palmas

O Diretor Tesoureiro da Federação da Agricultura e Pecuária do Tocantins (Faet), Carlos Ribeiro Soares, representou o presidente da entidade, Paulo Carneiro, no 1º Seminário do Plano Estratégico do Tocantins Livre de Febre Aftosa sem Vacinação e 1º Fórum de Pecuária Sustentável do Tocantins.

O evento ocorreu no auditório do Palácio Araguaia, em Palmas e também serviu para a assinatura de convênios para o fomento e fortalecimento da pecuária tocantinense.

Entre as ações foi instituída a política pública do Programa Estadual de Melhoria da Qualidade Genética de Rebanhos - Pró-Genética Tocantins. O objetivo é estimular a aquisição e a utilização de reprodutores, matrizes e material genético para o melhoramento do rebanho do Estado e apoio na organização dos eventos de promoção da cadeia produtiva buscando fortalecimento de parceiros.

O secretario da Secretaria do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro), Thiago Pereira Dourado, explicou sobre como o plantio de grãos, com ênfase para a soja, pressiona o setor pecuário para que se torne sustentável no Tocantins.

Há muito investimento em tecnologia agrícola, com a expansão da soja. Na medida em que as terras passam a valer mais, o setor da pecuária é pressionado a crescer de forma sustentável e a atividade sem tecnificação começa a ser financeiramente inviável. Então há uma necessidade de encontrar soluções, de investir em tecnologias para que volte a ser viável”, esclareceu.

Tocantins livre de aftosa

Sobre a proposta de tornar o Tocantins livre da febre aftosa sem vacinação, o secretário falou que o Estado ocupa o 6º lugar numa lista de 21 Estados sem a doença.

O Governo do Tocantins está desenhando esse trabalho em todo o Estado para alcançarmos o status. No Tocantins a ADAPEC coordena os esforços para atrair a atenção dos produtores e pecuaristas para que comecem a entender a dinâmica da não vacinação”, afirmou.

O secretário disse também que há 21 anos o Estado é livre da febre aftosa com vacinação e que está trabalhando para um novo patamar livre de aftosa sem vacinação, o que gerará uma série de perspectivas para o mercado tocantinense de carne bovina, que é adentrar aos mercados que têm maior poder aquisitivo no mundo, como Estados Unidos, Europa e Japão. 

Esses mercados, hoje, não consomem carne com vacinação. Então, estamos trabalhando para atender a essas exigências”, comentou Thiago.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.