Nomeados no concurso da Educação

SECAD anuncia 3ª folha complementar para professores empossados que ainda não receberam

Atraso em receber estaria causando dificuldades pessoais e prejuízos aos profissionais

Por Eduardo Azevedo 2.082
Comentários (0)

04/03/2024 11h31 - Atualizado há 3 meses
SECAD encaminhou fotos de servidores trabalhando no final de semana para atender demandas

Notícias do Tocantins - Parte dos professores recentemente empossados no concurso da Educação do Estado expressaram preocupações em relação ao atraso em seus pagamentos salariais referente ao período já trabalhado.

De acordo com reclamações recebidas pelo AF Notícias, as incertezas seriam sobre quando receberão seus vencimentos, pois o atraso já estaria causando dificuldades pessoais e prejuízos aos profissionais.

Os novos efetivos, que optaram por permanecer anônimos, destacaram a falta de inclusão nas folhas de pagamento complementares e destacaram suas preocupações.

"Entramos em exercício dia 16 de janeiro e nada do salário! Não temos mais condições de fazer um bom trabalho com todas as contas em atraso! Não podemos mais esperar mais um mês pra poder receber! Alguns colegas que entraram em fevereiro já receberam! Por favor veja com o secretário da administração uma outra folha de pagamento! Não podemos ficar no prejuízo”", relatou um dos professores.

Outro mencionou a desorganização nas respostas das autoridades competentes, destacando a falta de clareza sobre o porquê de alguns receberem enquanto outros não. "Quase dois meses de exercício e muitos não receberam seus salários. Quando questionamos na SRE não sabem, jogam para SECAD ou SEDUC. Desorganização total. Quem tomou posse em janeiro nunca recebeu. Professores vindo de outros estados e sem condição mínimas de sustento. Ninguém dá uma resposta clara sobre o que aconteceu", disse outro professor recém efetivo.

O que diz a SECAD

Em resposta às preocupações levantadas, a Secretaria de Estado da Administração (SECAD) esclareceu à reportagem que está em andamento um processo para corrigir a data de entrada em exercício de alguns professores que não foram incluídos na folha complementar de janeiro. Além disso, uma terceira folha complementar está sendo preparada para incluir todos os professores afetados.

A SECAD afirmou que o processo de inclusão de novos servidores na folha de pagamento segue um cronograma estabelecido e que a folha deve fechar conforme o fluxo normal, independentemente da entrada em exercício dos servidores.

A fim de atender às demandas dos servidores, a SECAD informou que os funcionários da pasta trabalharam de forma contínua durante o final de semana para resolver a situação. A pasta encaminhou no sábado (02/03) fotos dos profissionais trabalhando na sede da Secretaria.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.