Estiagem

Seis cidades do Tocantins ficam entre as 20 mais quentes do Brasil durante fim de semana

A temperatura ultrapassou a casa dos 40 ºC e a umidade relativa do ar chegou a 11%.

Por Conteúdo AF Notícias 4.013
Comentários (0)

21/09/2020 11h36 - Atualizado há 2 meses
Nesta época do ano o clima em algumas cidades do Tocantins pode ser comparado ao de um deserto

Ao menos seis municípios tocantinenses entraram no ranking das 20 cidades do Brasil que registraram as maiores temperaturas durante o final de semana. O ranking é atualizado diariamente pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

No sábado (19), as temperaturas bateram a casa dos 40º nos municípios de Paranã (41ºC), Araguaçu (40,6ºC), Peixe (40,3ºC), Formoso do Araguaia (40,1ºC) e Pium (40,1ºC).

No domingo (20), além de Araguaçu, Peixe e Paranã, nas regiões sul e sudeste do estado, os moradores de Pedro Afonso também sentiram na pele os efeitos do calor.

De acordo com o ranking do Inmet, o município de Araguaçu, no sul do Tocantis, ficou em 4º lugar no país com 40,1ºC. Pedro Afonso (39,7ºC) ficou em oitavo; Peixe (39,7ºC), com a nona colocação e Paranã (39,2ºC), a 17ª.

Seca e Baixa Umidade

Além das altas temperaturas e do tempo seco, a baixa umidade do ar também é uma característica desta época do ano em todo Tocantins, deixando a sensação de calor ainda mais acentuada. É comum a umidade cair para 11% em várias regiões do estado, deixando o clima praticamente como em um deserto.

A junção destes fatores climáticos é propícia à propagação de incêndios florestais e agravamentos da saúde como ressecamento da pele, desconforto nos olhos, boca e nariz.

Durante esse período de calor e baixa umidade é importante seguir as seguintes instruções:

  • Beba bastante líquido.

  • Atividades físicas são nocivas em tal tempo seco.

  • Evite exposição ao sol nas horas mais quentes do dia.

  • Use hidratante para pele e umidifique o ambiente.

  • Evite bebidas diuréticas (café e álcool).

  • Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.