Sem acordo, bancários mantêm greve a partir de terça-feira

Por Redação AF
Comentários (0)

28/09/2014 21h42 - Atualizado há 6 dias
<span style="font-size:14px;">Ap&oacute;s uma nova rodada de negocia&ccedil;&otilde;es entre a Confedera&ccedil;&atilde;o Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e a Federa&ccedil;&atilde;o Nacional dos Bancos (Fenaban), os banc&aacute;rios decidiram manter a greve prevista para come&ccedil;ar na pr&oacute;xima ter&ccedil;a-feira (30). Na reuni&atilde;o de s&aacute;bado (27), os bancos elevaram o &iacute;ndice de reajuste de 7% para 7,35% para os sal&aacute;rios e de 7,5% para 8% para os pisos, segundo a Contraf.<br /> <br /> <em>&ldquo;O Comando Nacional dos Banc&aacute;rios considerou a nova proposta insuficiente n&atilde;o somente do ponto de vista econ&ocirc;mico, mas tamb&eacute;m porque ignora completamente as demais reivindica&ccedil;&otilde;es da pauta de reivindica&ccedil;&otilde;es da categoria&rdquo;</em>, informou a categoria, em nota.<br /> <br /> Os trabalhadores pedem reajuste salarial de 12,5% e piso salarial de R$ 2.979,25, entre outras reivindica&ccedil;&otilde;es, como fim das metas, consideradas abusivas, combate ao ass&eacute;dio moral e isonomia de direitos para afastados por motivo de sa&uacute;de.</span>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Nas Redes
Nosso Whatsapp
063 9 9242-8694
Nosso Email
redacao@arnaldofilho.com.br
Copyright © 2011 - 2018 AF Notícias. Todos os direitos reservados.