Servidores administrativos da rede municipal de educação cobram votação do PCCS

Por Redação AF
Comentários (0)

13/02/2013 17h06 - Atualizado há 3 anos
<div style="text-align: justify;"> <span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br /> <em>Portal AF Not&iacute;cias</em><br /> <br /> Dezenas de servidores do quadro administrativo da rede municipal de educa&ccedil;&atilde;o de Aragua&iacute;na (merendeiras, auxiliar de servi&ccedil;os gerais, vigias e servidores das secretarias) se reuniram na &uacute;ltima sexta-feira (08) para solicitar apoio do Poder Legislativo na conclus&atilde;o e aprova&ccedil;&atilde;o do Plano de Cargos, Carreiras e Subs&iacute;dios (PCCS) da categoria, al&eacute;m de inclu&iacute;-los no rol dos &ldquo;profissionais de educa&ccedil;&atilde;o&rdquo;.<br /> <br /> A reuni&atilde;o ocorreu na sede do Sindicato dos Trabalhares em Educa&ccedil;&atilde;o do Tocantins (Sintet) e contou com a participa&ccedil;&atilde;o da vereadora Silvinia Pires (PT), vereador Soldado Alcivan (PP) e Divino Beth&acirc;nia (PSD), representado por seu assessor.<br /> <br /> <strong><u>Plano de Carreira</u></strong><br /> <br /> Segundo os servidores, o PCCS j&aacute; foi aprovado pelo Conselho Municipal de Educa&ccedil;&atilde;o, mas faltou boa vontade do ex-prefeito Valuar Barros para coloc&aacute;-lo em vota&ccedil;&atilde;o na C&acirc;mara de Vereadores.&nbsp;<br /> <br /> De acordo com a vereadora Silvinia, a Lei de Diretrizes e Bases da Educa&ccedil;&atilde;o Nacional (LDB) j&aacute; garante, a n&iacute;vel nacional, que o quadro administrativo das escolas tenha os direitos equiparados aos profissionais de educa&ccedil;&atilde;o. Ainda segundo a parlamentar, todos os vereadores se colocaram &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o para discutir o Plano de Carreira e destacou que, apesar de ser oposi&ccedil;&atilde;o ao prefeito Ronaldo Dimas, est&aacute; aberta para debater o que for melhor para Aragua&iacute;na. &ldquo;N&atilde;o podemos ter vaidades&rdquo;, afirmou. Silvinia garantiu ainda que na pr&oacute;xima segunda-feira (18) apresentar&aacute; um requerimento solicitando que o prefeito envie o PCCS ao Legislativo para vota&ccedil;&atilde;o.<br /> <br /> J&aacute; o servidor Cl&eacute;sio J&uacute;nior sugeriu ao prefeito Ronaldo Dimas a melhoria da estrutura f&iacute;sica das escolas municipais e a aprova&ccedil;&atilde;o do Plano de Carreira da categoria antes de implantar as escolas de tempo integral, prometidas durante a campanha eleitoral. Os profissionais pediram ainda que a Lei Municipal que garante meia entrada a professores em eventos culturais seja estendida aos servidores do quadro administrativo da educa&ccedil;&atilde;o, haja visto a equipara&ccedil;&atilde;o j&aacute; preconizada na LDB.</span><br /> <br /> <span style="font-size:14px;"><em>&ldquo;Educa&ccedil;&atilde;o n&atilde;o se faz s&oacute; com professor. N&atilde;o adianta pagar bem se n&atilde;o tiver estrutura nas escolas, bibliotecas, merenda escolar e valoriza&ccedil;&atilde;o dos demais profissionais que participam do processo ensino-aprendizagem. A educa&ccedil;&atilde;o &eacute; um conjunto. Queremos que esse discurso de qualidade seja transformado em realidade&rdquo;</em>, cobrou Jesul&ecirc; Guida, presidente regional do Sintet.</span><br /> <br /> <span style="font-size:14px;"><u><strong>Apoio</strong></u><br /> <br /> A categoria ainda recebeu apoio do vereador Soldado Alcivan que se colocou &agrave; disposi&ccedil;&atilde;o para intermediar uma solu&ccedil;&atilde;o junto ao prefeito. <em>&ldquo;Vamos trabalhar para que o PCCS seja enviado ao Legislativo o mais r&aacute;pido poss&iacute;vel. Queremos que esse sonho se torne realidade&rdquo;</em>, garantiu. J&aacute; o parlamentar Divino Beth&acirc;nia (PSD) disse que ir&aacute; solicitar uma Audi&ecirc;ncia P&uacute;blica para discutir o Plano e buscar uma solu&ccedil;&atilde;o junto aos Poderes Executivo e Legislativo.<br /> <br /> <u><strong>Plano de Sa&uacute;de</strong></u><br /> <br /> A vereadora Silvinia disse ainda que j&aacute; apresentou um requerimento [aprovado por unanimidade] solicitando que o prefeito Ronaldo Dimas realize um estudo sobre a viabilidade de implantar um plano de sa&uacute;de aos servidores p&uacute;blicos do munic&iacute;pio. <em>&ldquo;O requerimento leva em considera&ccedil;&atilde;o a demora no atendimento m&eacute;dico e, principalmente, a superlota&ccedil;&atilde;o nas unidades p&uacute;blicas de sa&uacute;de&rdquo;</em>, justificou.</span></div>
ASSUNTOS

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.