Protesto

Servidores almoçam na Secretaria da Fazenda, mas não são recebidos por secretário

Segundo o Sindifiscal, o secretário da Fazenda não marca reunião com os auditores desde o fim do período eleitoral.

Por Redação 512
Comentários (0)

03/12/2018 15h35 - Atualizado há 2 anos
Auditores fiscais na Sefaz

Em protesto desde às 8 horas da manhã desta segunda-feira (03), auditores fiscais almoçaram na sede da Secretaria de Estado da Fazenda e Planejamento (Sefaz) e ainda aguardam uma reunião com o Governo do Estado.

Os profissionais da área buscam um encontro, principalmente, com o secretário da pasta, Sandro Henrique Armando. No início da manhã, a assessoria do gabinete alegou que ele estava em reunião no Tribunal de Justiça, mas retornaria para atender a categoria, o que não ocorreu até o meio dia.

Segundo o sindicato da categoria, o Sindifiscal, o secretário não abre espaço na agenda para discutir a publicação de portaria que revogue o parecer com as ‘falsas alegações’ de desvio de função atribuídas aos auditores em cargo de chefia na estrutura da administração tributária que desde o fim do período eleitoral.

Além disso, os auditores querem discutir progressões a toda a categoria, atualização do Ressarcimento de Despesas de Atividades Fiscais (Redaf) e pagamento dos retroativos.

Para o Sindifiscal, a falta de diálogo ocorre logo após a categoria ter arrecadado o maior valor de ICMS da história do Tocantins, que ultrapassa R$ 268 milhões, e estar contribuindo para uma arrecadação geral de impostos que ultrapassou R$ 285 milhões.

Para o presidente da entidade, João Paulo Coelho o Estado precisa provar que não apenas está interessado no cumprimento do dever dos auditores, mas que faz questão de preservar os direitos da classe”. 

Auditores em protesto

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2021 AF Notícias. Todos os direitos reservados.