Cerveja artesanal

Tocantins segue tendência do ramo cervejeiro; profissional da área ganha até R$ 20 mil

A média salarial varia de R$ 3.500,00 à R$ 20.000,00 conforme a capacitação do profissional.

Por Redação 622
Comentários (0)

23/04/2019 11h24 - Atualizado há 5 meses
Cervejaria Jalapa acompanha a segmentação do produto artesanal

A cerveja é uma das paixões do brasileiro e disso pouca gente duvida. Os números estão aí pra confirmar que esta é a bebida preferida no país, seja no Tocantins ou em qualquer outro Estado.

Segundo pesquisa realizada pela empresa alemã Statista, o Brasil ocupa o 17º lugar em consumo de cerveja com uma média de 60,4 litros por pessoa anualmente. E uma verificação realizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) confirma o resultado da Alemanha. De acordo com a entidade, o País é um dos maiores consumidores de cerveja do mundo.

Seguindo a tendência mundial, o Tocantins passou a fazer das estatísticas e ganhou a maior e primeira cervejaria artesanal do Estado, a Jalapa, que por causa da sua qualidade e sabor já de destaca entre as cervejas artesanais fabricadas no Brasil. A empresa iniciou suas atividades comerciais em março do ano passado e em dezembro de 2018 bateu a meta do ano seguinte inteiro.  

A preferência dos brasileiras pela cerveja foi comprovada em uma pesquisa realizada pelo Ibope que aponta que a média anual de litros desta bebida consumidos por habitante cresce a cada ano. O levantamento também revela que há alguns anos a cerveja se tornou a bebida preferida de 2/3 dos brasileiros para comemorações, com 64% da preferência.

Artesanais

No Brasil as cervejas artesanais têm ganhado cada vez mais espaço nas prateleiras de supermercados e lojas especializadas do ramo. Essa expansão propiciou que no fim do ano de 2018 houvesse em operação no Brasil, o que levou a  889 cervejarias com fabricação própria, segundo o Anuário da Cerveja no Brasil 2018 do Ministério da Agricultura (MAPA).

De acordo com um dos sócios proprietários da Cervejaria Jalapa, Luiz Alvino Duarte de Lima e Silva somente no ano de 2018 foram abertas 210 novas empresas do ramo no Brasil. Ele comenta que os novos estabelecimentos preenchem o mapa de forma irregular, já que 70% dos novos negócios de cerveja estão na região Sul e Sudeste, seguido pela região centro-oeste com 17%, ficando o restante do país com 13% das novas cervejarias. Para ele, as configurações do negócio favorecem a região Norte e Nordeste.

“O baixo número de cervejarias em funcionamento apresenta uma alta densidade de habitante por este tipo de empresa, o que culmina com boa oportunidade do mercado seguir crescendo nessa região. E, não poderia ser diferente com o Tocantins que no ano passado recebeu quatro novos registros de cervejaria no Ministério da Agricultura”, destaca.

Nesta perspectiva, este ano a Jalapa deve ampliar a empresa e disponibilizar para o mercado três novos produtos, além do chopp, que é o carro chefe do empreendimento. “A Associação Brasileira da Indústria da Cerveja deixa claro a a importância do segmento que responde por 1,6% no PIB Nacional. Além de presença econômica, temos que o segmento de cerveja especial ou artesanal cresce 15% ao ano, mostrando aí as oportunidades de empreendedorismo. Pensando nisso a Cervejaria Jalapa vem com novidades para 2019, criando produtos e colocando novidades no mercado”, pontua.

E para quem quer trabalhar no mercado da cerveja, as oportunidades vão além do empreendedorismo. Para profissionais qualificados no ramo da cerveja, segundo Luiz, a média salarial varia de R$ 3.500,00 à R$ 20.000,00 conforme a capacitação do profissional. Os dados da (Abracerva/Caged) confirmam isso e revelam que as cervejarias artesanais são responsáveis por 54% de todo emprego gerado neste segmento.  

No ano de 2018, juntas, estas empresas geraram 1757 novos postos de trabalho, sendo 54,13% somente por parte das microcervejarias. “Podemos assegurar um futuro promissor para o segmento das cervejas artesanais, que tem consolidado um público-alvo cada vez maior e mais consciente dos benefícios que a cerveja artesanal, apresenta tanto na saúde, quanto na vida econômica da sociedade”, finaliza.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.