Aije

TRE-TO marca julgamento de processo de Irajá contra governador Wanderlei e vice Laurez Moreira

Ação pede a cassação de diplomas do governador e vice.

Por Redação 4.098
Comentários (0)

13/05/2024 16h19 - Atualizado há 2 semanas
Ação foi ajuizada por Irajá em razão das eleições de 2022

Notícias do Tocantins - O Tribunal Regional Eleitoral Tocantins (TRE-TO) pautou o julgamento da Ação de Investigação Judicial Eleitoral ( Aije) movida pela “Coligação o Futuro é Pra Já” e pelo senador Irajá Silvestre (PSD), em face do governador Wanderlei Barbosa (Repu) e do seu vice Laurez Moreira (PDT).

O processo que pede a cassação da chapa vitoriosa nas eleições de 2022 está na pauta desta terça-feira (14), cuja sessão de julgamento começa às 17h.

A ação (Aije nº 0601568-74.2022.6.27.0000) foi ajuizada pela coligação do senador e ex-candidato derrotado ao Palácio Araguaia, Irajá Silvestre, sob o argumento de que teriam sido utilizados servidores públicos efetivos, comissionados e temporários da estrutura da Secretaria de Comunicação na campanha eleitoral de Wanderlei Barbosa.

O último andamento desse processo ocorreu em 07/03/2024, quando o relator, Desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, decidiu que os “novos” documentos juntados por Irajá, na verdade, não eram elementos novos para o processo judicial, uma vez que tratava-se apenas de links de matérias produzidas pela Secretaria de Comunicação do Estado e replicadas pela imprensa local em suas páginas na internet, nos meses de junho, julho, agosto e setembro de 2022.

“Ademais, verifica-se que os documentos juntados buscam comprovar fatos que ocorreram antes da propositura da demanda, sobre o qual os demandantes já tinham conhecimento quando do seu ajuizamento”, afirmou o relator. Ato contínuo, determinou que a referida documentação fosse desentranhada (retirada) do processo.

A Corte Eleitoral

A Corte do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins é composta pelo membros desembargador João Rigo Guimarães - presidente, o desembargador Helvécio de Brito Maia Neto - vice-Presidente/corregedor, juiz José Maria Lima, juíza Silvana Maria Parfieniuk, juiz Wagmar Roberto Silva, juiz Antônio Paim Broglio e o juiz Alexsander Ogawa da Silva Ribeiro.

As sessões do TRE-TO são transmitidas ao vivo pelo canal no YouTube.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.