Novo Cangaço

Três assaltantes são condenados por explosão de agência bancária e roubo de R$ 130 mil

Roubo aconteceu na madrugada do dia 27 de setembro de 2018, em Colmeia.

Por Redação
Comentários (0)

08/03/2022 09h48 - Atualizado há 5 meses
Situação da agência após as explosões

Três assaltantes que participaram de um roubo à agência do Bradesco na cidade de Colmeia (TO), em 2018, foram condenados pela Justiça em ação penal proposta pelo Ministério Público do Tocantins (MPTO).

Os acusados foram condenados pelos crimes de organização criminosa; dano qualificado e roubo praticado mediante grave ameaça ou violência, em concurso de pessoas e com restrição à liberdade das vítimas, conforme a denúncia. A pena é de 14 anos e cinco meses de reclusão e 12 meses de detenção.

Os três réus (Adriano Santos Borges, Antônio Pereira Borges e Luan Estefanni Costa de Oliveira) deverão cumprir as penas em regime inicialmente fechado e sem direito a recorrer em liberdade.

Sobre os demais criminosos que participaram do assalto, três não foram encontrados pela Justiça, um foi morto posteriormente em estabelecimento prisional do Estado Pará e outros não foram ainda identificados.

A condenação foi proferida pelo juiz da 1ª Escrivania Criminal de Colmeia no dia 24 de fevereiro. A agência ficou completamente destruída em razão do uso de explosivos; R$ 130 mil foram roubados.

Novo Cangaço

O assalto foi praticando na modalidade conhecida como “Novo Cangaço”. O Ministério Público do Tocantins narrou na denúncia que os participantes agiram subdivididos em três grupos: um impedia a aproximação de veículos pela rodovia TO-336, outro atuava para conter a Polícia Militar efetuando disparos contra o destacamento policial e um terceiro capturava reféns e explodia os terminais e o cofre da agência bancária.

O assalto foi praticado na modalidade Novo Cangaço

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.