Cinco presos

Polícia Civil prende membros de facção que atiraram contra hospital regional no Tocantins

Eles foram autuados por organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo e homicídio tentando.

Por Redação 733
Comentários (0)

04/07/2019 15h40 - Atualizado há 1 mês
Hospital Regional de Miracema

Policiais civis de Miracema deflagraram, na tarde desta quarta-feira (3), uma operação de combate à criminalidade que resultou na prisão de cinco suspeitos de integrar uma organização criminosa responsável por praticar vários crimes na região.

Três jovens, de 18, 19 e 26 anos, foram presos durante a operação. Em seguida, os agentes foram até a Cadeia Pública da cidade e cumpriram mandados de prisão preventiva contra dois detentos, de 18 e 30 anos, que já estavam presos por homicídio tentado.

Conforme o delegado Clecyws Antônio de Castro Alves, os suspeitos foram autuados pelos crimes de organização criminosa, porte ilegal de arma de fogo e homicídio tentando.

Os delitos foram praticados em março de 2019 no setor Santa Filomena, em Miracema, quando eles tentaram matar a tiros um integrante de facção rival. Poucos dias depois, os suspeitos também efetuaram vários disparos de arma de fogo contra o Hospital Regional da cidade.

“As investigações tiveram início há pouco mais de três meses, quando foram constatadas algumas tentativas de homicídio na cidade. Com o aprofundamento das investigações, descobrimos que todos os indivíduos agora presos se organizaram com a finalidade de cometer crimes em Miracema e região”, disse o delegado.

Após serem presos, os suspeitos foram recolhidos na Cadeia Pública de Miracema.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.