Novo serviço

Ambulatório infantil é implantado em Araguaína para tratar distúrbios de deglutição em crianças

A disfagia gera problemas na alimentação durante a fase de crescimento das crianças.

Por Redação
Comentários (0)

18/06/2024 08h16 - Atualizado há 3 semanas
Novo serviço funciona dentro do Ambulatório Municipal de Especialidades

Notícias de Araguaína - A partir desta terça-feira, dia 18 de junho, o Ambulatório Municipal de Especialidades (AME), de Araguaína, dará início aos atendimentos do Ambulatório de Disfagia, um serviço especializado para crianças com distúrbios de deglutição, mais conhecida como disfagia, que é a dificuldade para engolir alimentos e líquidos.

Priscila Jácome, coordenadora administrativa do AME, explica que a iniciativa é resultado da grande demanda que a unidade recebe mensalmente.

“Reconhecemos a necessidade de um atendimento especializado, por isso criamos este novo serviço para oferecer tratamento às crianças. Para realizar esses atendimentos, o Ambulatório de Disfagia já conta com dois fonoaudiólogos especialistas no tratamento de alterações da deglutição”, informa Priscila.

O tratamento envolve uma equipe multidisciplinar, incluindo fonoaudiólogos especializados, que trabalham para melhorar a segurança e eficiência da deglutição. 

Para Ana Paula, secretária da Saúde de Araguaína, o novo serviço é um progresso significativo para as famílias e o município.

“A abertura do Ambulatório de Disfagia, no AME, representa um grande avanço no cuidado com as crianças que apresentam distúrbios de deglutição. O serviço especializado oferece às famílias a oportunidade de um acompanhamento profissional, garantindo um futuro mais saudável para as nossas crianças”, pontua a secretária.

Como identificar a disfagia

A identificação precoce da disfagia é crucial para iniciar um atendimento adequado e evitar complicações. 

Jackeline Almeida Carneiro, fonoaudióloga no ambulatório, explica que a disfagia é um distúrbio que afeta a capacidade de engolir alimentos e líquidos, resultando em dificuldades durante o processo de deglutição.

Esse problema pode se manifestar de diversas formas, como engasgos frequentes, tosse durante ou após a alimentação, sensação de alimento preso na garganta e dificuldade para mastigar. 

“Em crianças, esses sintomas podem ser particularmente preocupantes, pois a disfagia pode levar à desnutrição, desidratação e problemas respiratórios graves, como pneumonias por aspiração, que ocorrem quando alimentos ou líquidos entram nas vias aéreas”, enfatiza.

A intervenção pode incluir exercícios específicos para fortalecer os músculos envolvidos na deglutição, técnicas para modificar a consistência dos alimentos e orientações sobre posições seguras para alimentar a criança.

“O acompanhamento contínuo é essencial para monitorar a evolução do paciente e ajustar as estratégias terapêuticas conforme necessário”, acrescenta a especialista.

Como buscar atendimento?

Inicialmente, o AME, gerido pelo Instituto Saúde e Cidadania (ISAC), receberá crianças encaminhadas pelo Hospital Municipal de Araguaína (HMA) e pelo Hospital Dom Orione (HDO). 

Para que as demais crianças tenham acesso ao atendimento, é necessário que pais ou responsáveis procurem a Unidade Básica de Saúde (UBS) mais próxima da sua residência.

A UBS realizará a avaliação inicial e, se necessário, encaminhará a criança para o atendimento especializado no AME por meio da Regulação Municipal.

Sobre o AME

O Ambulatório Municipal de Especialidades presta assistência médica para os quadros clínicos de baixa complexidade mediante agendamento pela Central de Regulação da rede municipal, via solicitação de uma Unidade Básica de Saúde. A unidade é custeada pela Prefeitura de Araguaína (TO) e está sob gestão compartilhada do ISAC, oferecendo atendimento para 11 especialidades e mais de 10 tipos de exames de imagem e laboratorial de baixa e média complexidade.

Sobre o ISAC

O Instituto Saúde e Cidadania é uma organização social sem fins lucrativos com sede em Brasília (DF) e que gerencia unidades de pronto atendimento (UPAs), ambulatórios, multicentros de saúde, espaço saúde e hospitais. É a primeira OS do Norte e Nordeste, e a segunda da América Latina, a ser acreditada internacionalmente em Rede de Atenção à Saúde com o selo de Acreditação Diamante da Qmentum Internacional.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.