Cuidado!

Crianças não estão 100% livres de perigos mesmo em casa; veja 5 dicas de segurança

Uma boa dica é evitar manter brinquedos ou peças pequenas ao alcance das crianças.

Por Redação
Comentários (0)

17/07/2020 16h12 - Atualizado há 2 semanas
Criança no sofá

Sua residência deve ser o lugar mais seguro do mundo para o seu filho, ainda mais em tempos em que as crianças estão passando mais horas em casa. No entanto, isso não significa que ela esteja 100% livre de riscos. Em certas ocasiões, se seu filho estiver sozinho em casa ou distante de você, é preciso garantir algumas medidas de segurança para evitar acidentes.

Para que você tenha tranquilidade e para que as crianças também estejam seguras, existem algumas regras simples que podem ser seguidas.

1 - As crianças nunca devem ficar sozinhas na água

Brincar na água é uma atividade divertida para bebês e crianças. Mas deixá-los completamente sem supervisão em uma piscina ou mesmo na banheira não é uma decisão sábia. Ações não intencionais podem resultar em graves consequências, como afogamento ou ferimentos.

Evite deixá-los sem vigilância, mesmo se você precisar entrar correndo para atender o telefone.

2 - Todas os produtos químicos devem estar fora de alcance dos pequenos

As crianças são curiosas por natureza. E, às vezes, a curiosidade pode causar problemas. Dado que muitos detergentes e pesticidas têm um odor sedutor, a curiosidade do seu filho pode levá-lo a mexer nas garrafas e recipientes. Eles podem inalar erroneamente vapores nocivos ou até mesmo consumi-los.

É melhor manter esse tipo de produto trancado em um armário ou em uma prateleira alta, fora do alcance das crianças.

3 - A área de dormir do seu filho deve estar livre de desordem e limpa

Há uma tendência de encher o quarto de uma criança, especialmente a cama, com muitos travesseiros, brinquedos macios, cobertores etc. No caso de um bebê, ele não tem força ou controle sobre suas ações e pode puxar todos esses objetos para cima de si, correndo o risco de se sufocar.

Também é importante cuidar da limpeza da cama dos pequenos, já que alguns vírus - como o rotavírus e o norovírus - estão presentes nas fezes e podem estar escondidos no colchão.

Para estar seguro, troque a roupa de cama uma vez por semana e use sempre um protetor de colchão que possa ser trocado com facilidade.

4 - Todas as tomadas elétricas devem ser protegidas contra crianças

Aqui está outro caso de prevenção contra crianças curiosas. As tomadas, com seus plugues e orifícios, são um convite para as crianças brincarem e colocarem as mãos. Além disso, dispositivos e cabos autônomos podem levá-los a enfiá-los na boca e isso pode criar um cenário fatal para o seu filho.

Verifique se sua casa está devidamente aterrada e cubra todas as tomadas com tampas integradas. Eduque seus filhos sobre a eletricidade e os perigos que a acompanham.

5 - Itens em miniatura e brinquedos pequenos devem estar em locais seguros

As crianças querem pegar tudo o que veem e colocar na boca e alguns objetos podem escorregar. E se forem pequenos o suficiente, podem ficar alojados na garganta, causando um engasgo.

Evite manter brinquedos ou peças pequenas ao alcance da criança. E não apenas brinquedos: tenha muito cuidado ao dar ao seu filho pequenos pedaços de comida também; certifique-se de que sejam pequenos o suficiente para serem engolidos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2020 AF Notícias. Todos os direitos reservados.