Araguaína

Governo Federal vai cruzar dados e suspender benefícios sociais de quem não atualizar o CadÚnico

Secretaria da Assistência Social de Araguaína está mobilizando os beneficiários desde 2023.

Por Redação 8.203
Comentários (0)

22/01/2024 09h20 - Atualizado há 3 meses
Cidadãos precisam renovar os dados a cada dois anos

A cada início de ano, o Governo Federal envia às prefeituras duas listas relacionadas ao CadÚnico (Cadastro Único), que dá direito aos benefícios dos programas sociais da União.

A primeira é a Averiguação de Renda, que diz respeito às informações desatualizadas sobre a renda das famílias; a segunda é a Averiguação Cadastral, voltada aos beneficiários que não atualizaram os dados cadastrais no prazo estipulado.

Os cidadãos citados nestas listas podem perder os benefícios assistenciais, como o Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Carteira da Pessoa Idosa, Tarifa Social de Energia Elétrica, programas habitacionais, entre outros, caso não atualizem os dados.

Em Araguaína, desde o ano passado, a Secretaria da Assistência Social, Trabalho e Habitação faz o chamamento dos inscritos no CadÚnico para atualizarem os dados no programa, ação que deve ser feita a cada dois anos.

“É necessário que essas famílias procurem a secretaria para evitar a perda dos benefícios. Intensificamos as visitas domiciliares, atendendo uma recomendação do Governo Federal, mas reforçamos que as famílias devem procurar a sede do Cadastro Único”, explica Daniella Rocha, coordenadora do posto de atendimento do Cadastro Único em Araguaína.

Nova lista de averiguação

No ano passado, o Governo Federal identificou um aumento significativo de pessoas que usufruíam do então Auxílio Brasil e que declaravam morar sozinhas. Diante disso, a União criou uma terceira lista de averiguação, a Unipessoal, composta por essas pessoas que declararam morar sozinhas durante o cadastro.

Daniella enfatiza que a prefeitura segue as diretrizes desse cadastro, definindo o grupo familiar como todos que moram na mesma casa, independentemente de vínculo sanguíneo. As pessoas nesta lista são notificadas pelo governo, mas algumas podem não ser informadas caso o governo não localize seus dados.

“O município recebe a lista, filtra os casos já regularizados e foca naqueles que ainda estão pendentes. Priorizamos as famílias que estão benefício mais próximo de ser cancelado ou bloqueado. Para as famílias que não regularizam suas informações, o governo adota medidas progressivas: bloqueia o benefício inicialmente e, se persistir a omissão, cancela o benefício”, informa a coordenadora.

Em 2024, a União já anunciou que fará o cruzamento das informações do CadÚnico com a Receita Federal para evitar fraudes nos programas. Membros da família beneficiada que estiverem com o CPF irregular também precisam resolver a situação junto à RF para evitar a suspensão do pagamento do Bolsa Família.

Rede de apoio social  

Em Araguaína, a sede do Cadastro Único fica na Secretaria da Assistência Social, localizada na Rua Humberto de Campos, n° 508, no Bairro São João, e funciona das 7 às 13 horas. Mais informações de atendimento às famílias em situação de risco e vulnerabilidade social podem ser obtidas nos telefones 0800 643 7021, (63) 3414-5691, (63) 3412-5572.

Documentos obrigatórios para a atualização

Para realizar ou atualizar o Cadastro Único, o Governo Federal está solicitando a apresentação do documento com foto do responsável pela unidade familiar, juntamente ao comprovante ou declaração de residência. Esses documentos devem ser fornecidos junto às identificações de todos os membros da família. Essa alteração tem como objetivo aprimorar a segurança no processo de cadastramento.

Para efetuar o cadastro novo, realizar atualizações, inclusões ou transferências, a secretaria recomenda que o beneficiário busque o serviço com os seguintes documentos em mãos:

  • Identidade
  • CPF
  • Título de eleitor (18 aos 70 anos)
  • Carteira de Trabalho
  • Certidão de nascimento, casamento ou averbação de divórcio
  • Declaração de óbito (em caso de exclusão de pessoas falecida)
  • Comprovante atualizado de residência
  • Declaração escolar (menores de 18 anos)
  • Contrato habitacional (programa popular)
  • Acompanhe diariamente as notícias do Tocantins pelos nossos canais no WhatsAppTelegramFacebookTwitter e Instagram.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2024 AF. Todos os direitos reservados.