Saúde e bem estar!

Vitaminas para cansaço: conheça 4 suplementos para combater a fadiga crônica

Estilo de vida atual favorece doenças como fadiga crônica e até mesmo síndrome de burnout.

Por Redação 838
Comentários (0)

07/05/2019 15h40 - Atualizado há 3 meses
Estilo de vida atual favorece doenças como fadiga crônica

Dados levantados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano de 2013 revelaram algo que, intuitivamente, todos já sabem: a sociedade está cansada. De acordo com o instituto, 98% dos brasileiros afirmam apresentar algum nível de cansaço físico e mental, e 63% afirmam já terem acordado indispostos por esse motivo.

O que nem todos sabem é que, por mais que se sentir ocasionalmente cansado seja normal, a indisposição crônica demanda atendimento médico. O motivo por trás disso é que o motivo pode não ser psicológico, mas físico.

Quer aprender mais sobre isso? Então continue lendo e confira algumas informações importantes a respeito da fadiga, bem como alguns meios naturais para tratá-la.

O que é a fadiga?

De acordo com a Sociedade Brasileira de Reumatologia (SBR), a fadiga crônica se define como um cansaço muito intenso que piora com a atividade física ou mental, mas que, ao mesmo tempo, não melhora com o repouso. Isso, por sua vez, prejudica a vida de quem é acometido por esse mal em diversas esferas, desde a pessoal até a profissional.

Ainda conforme os profissionais da área, há várias causas que podem ser responsáveis por um quadro de fadiga. Por exemplo: atualmente, muito se fala a respeito da síndrome de burn out, que, além do cansaço crônico, gera sintomas como irritabilidade, dificuldade de concentração e dor psicossomática. Normalmente, a doença tem como origem um quadro de stress severo, que tende a ser ligado à vida profissional. Por conta disso, pode ser preciso se afastar do trabalho para que a recuperação seja plena.

Da mesma maneira, há casos de fadiga que são causados por um estilo de vida pouco saudável, com uma alimentação rica em produtos industrializados, açúcares e gorduras ruins, mas pobres em vitaminas. Isso, por sua vez, pode gerar um caso de hipovitaminose. Caso ele afete nutrientes específicos, como a vitamina B12, o principal sintoma pode ser o cansaço crônico.

Quais são as melhores vitaminas contra a fadiga?

Caso o seu médico investigue e chegue à conclusão de que a sua fadiga tem como origem uma alimentação pobre em nutrientes essenciais, a solução é simples: a elaboração de um cardápio mais balanceado costuma dar conta do problema. No caso das pessoas que têm um cotidiano estressante e com pouco tempo disponível para cozinhar, é possível investir em suplementos vitamínicos. Confira, a seguir, alguns dos mais indicados pelos profissionais da área:

1 - Vitamina B12

A própria definição das vitaminas revela o motivo pelo qual é fundamental ingeri-las em uma quantidade adequada: apesar de serem essenciais para o funcionamento do organismo, não podem ser produzidas por ele. Assim, caso o seu consumo seja inferior aos índices ideais, o corpo dará sinais de que algo não está bem.

Uma dessas substâncias é a vitamina B12, responsável pelo bom funcionamento do sistema nervoso central. Por mais que ela esteja presente principalmente em produtos de origem animal, não é preciso ser vegetariano para sofrer com sua deficiência: só no Brasil, estima-se que mais de 20% da população padeça deste mal, sendo que menos de 6% recebe um tratamento adequado para tal.

2 - Vitamina C

Normalmente, a vitamina C é lembrada por seu alto poder antioxidante, e, consequentemente, seu papel na prevenção do envelhecimento precoce. Por mais que isso seja verdade, essa substância faz muito mais do que isso: ela também tem um papel muito importante na absorção do ferro pelo organismo, prevenindo problemas como a anemia, que, por sua vez, causa fadiga.

Vale ressaltar que, além de importante, essa vitamina é delicada: ela se oxida em contato com o ar, perdendo seus efeitos. Por conta dessa dificuldade, pode ser interessante consumi-la por meio de suplementos.

3 - Vitamina A

Em alguns casos, o cansaço crônico pode ser causado por um sistema imune deficiente. Se for esse o caso, é interessante considerar o consumo de um suplemento de vitamina A pois as substâncias desse complexo são essenciais para que o organismo consiga combater corpos estranhos. Por conta disso, um dos principais sinais de sua falta são doenças frequentes, que o indivíduo não tinha antes.

Apesar disso, vale um alerta: a vitamina A é lipossolúvel. Na prática, isso significa que seu consumo em níveis muito acima do adequado pode ser tóxico para o organismo.

4 - Suplemento de magnésio

Não basta ter uma alimentação que forneça uma quantidade adequada de energia ao organismo. Também é fundamental garantir que o seu corpo tenha os meios para transportá-la. Uma das melhores maneiras de se fazer isso é ingerindo um suplemento de magnésio, já que essa substância é de grande importância para esse processo. O magnésio é importante para a produção e transporte de energia. Junto com outras enzimas ele auxilia na digestão e absorção de proteínas, carboidratos e gorduras.

Vale ressaltar que, assim como no caso de outros nutrientes, é fundamental que a sua ingestão seja em uma quantidade adequada, nem insuficiente nem excessiva. No caso do magnésio, a média ideal fica na casa dos 420 miligramas diários.

ASSUNTOS vitaminas

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2019 AF Notícias. Todos os direitos reservados.