Açougueiro é executado a tiros quando chegava em casa com a esposa e o filho recém-nascido

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Açougueiro foi morto quando chegava em casa

Um homicídio foi registrado por volta das 20h30 da noite deste domingo (19) Vila Azul, em Araguaína. A vítima é o açougueiro Pediran Alves da Silva, 36 anos, conhecido como Barraria. Ele foi executado a tiros quando chegava de carro em sua residência, localizada na Rua Dourados.

A Polícia Militar suspeita que o crime tenha sido um possível ‘acerto de contas’, uma vez que os criminosos chegaram a única intenção de atentar contra a vida da vítima.

A polícia informou que o açougueiro estava chegando em casa num veículo Gol junto com a esposa e o filho recém-nascido. Ele estacionou o carro e foi surpreendido por dois homens numa motocicleta, no momento em que abriu a porta do veículo. Os executores o abordaram gritando “perdeu! perdeu!” e já efetuando vários disparos de arma de fogo, todos na cabeça.

Pediran ainda tentou correr, mas morreu ao lado do veículo. A vítima trabalhava no Açougue Alvorada.

Os criminosos empreenderam fuga em direção à BR-153. A PM ressaltou que não foi anunciado assalto e nenhum pertence foi subtraído da vítima, dando características de execução.

O SAMU chegou a ser acionado. A perícia esteve no local e o corpo foi encaminhado ao IML.

Comentários pelo Facebook: