Dilma pode ser candidata ao Senado pelo Tocantins; PT vai testar popularidade

Agnaldo Araujo - |
Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado
Ex-presidente Dilma Rousseff

O PT vai testar a popularidade da ex-presidente Dilma Rousseff no Tocantins e ela poderá sair candidata ao Senado pelo Estado. A informação foi divulgada nesta quarta-feira (07), por Lydia Medeiros em um blog no jornal Estadão de São Paulo.

Além do Tocantins, o Partido dos Trabalhadores também irá fazer sondagens no Maranhão, Piauí e Minas Gerais, segundo a jornalista. A ex-presidente tem até o dia 07 de abril para escolher o seu domicílio eleitoral.

Dilma Rousseff sofreu impeachment em agosto de 2016 após acusação de que ela havia cometido crime de responsabilidade pela prática das chamadas ‘pedaladas fiscais’ e pela edição de decretos de abertura de crédito sem a autorização do Congresso.

O processo teve início na Câmara Federal ainda em 2015 e depois foi para o Senado, onde ela teve o mandato cassado, mas continuou com os direitos políticos e, por isso, pode se candidatar novamente.

Comentários pelo Facebook: