Moradora dá bom exemplo e resolve problema da água servida em sua casa

Redação AF - | - 508 views
Fotos: Leila Mel/Ascom
Adaptações para a coleta da água servida, como as feitas por Giulia, podem ser implantadas em qualquer residência, inclusive se na rua não tiver rede de esgoto

A estudante Giulia Zucolotto Silva, moradora do Setor Anhanguera, em Araguaína, deu um bom exemplo ao resolver o problema da água servida em em sua casa. Ela e seu pai, o empresário Denilson da Silva, adaptaram a casa para destinar a água da piscina diretamente na rede de esgoto. Nos últimos meses, o serviço de pavimentação de ruas do setor foi interrompido devido à quantidade de água jogada na rua que, além de dificultar os trabalhos das equipes da Prefeitura, ainda danificam a pavimentação.

“O investimento que o proprietário da casa faz é muito mais vantajoso, pois assim teremos um asfalto que vai durar 10, 30 anos do que um que dura apenas três anos, tendo buracos na rua como antigamente. É um benefício a longo prazo, então todos temos que ter consciência de fazer a nossa parte”, afirmou Denilson da Silva.

Ele ainda explica que, na época que estava sendo feita a implantação da rede de esgoto no bairro, foi notificado para adequar a saída da água servida. A instalação e a ligação de tubos diretamente em duas caixas direcionam a água para a rede. “É fácil criticar quando o serviço não está sendo feito. As pessoas não analisam. E quando está sendo feito, elas precisam fazer a sua parte”, comentou.

A estudante Giulia também lembrou que os maus hábitos de alguns moradores acabam prejudicando não só o asfalto, mas também a todos que residem no bairro. “As pessoas é que tinham que mudar de atitude. Fizemos as adaptações e não nos custou mais do que ter um bairro limpo, organizado e com qualidade de vida”, finalizou.

COMO FAZER

As adaptações para a coleta da água servida podem ser implantadas em qualquer residência, inclusive se na rua não tiver rede de esgoto. Nesse caso, a construção de fossa séptica é a maneira correta para depositar água usada.

A Prefeitura distribui cartilhas sobre como implantar a fossa ecológica ou as caixas de adaptação na rede de esgoto. A cartilha com as orientações está à disposição na Secretaria do Meio Ambiente, à Avenida José de Brito, 728, no Setor Anhanguera, ou pode ser acessada na íntegra pela internet, no site da Prefeitura: http://www.araguaina.to.gov.br/aguaservida.

ENTENDA

A Prefeitura de Araguaína teve que suspender o serviço de recapeamento das ruas do Setor Anhanguera que foram inseridas no Projeto de Contribuição de Melhoria, uma parceria entre a Município e moradores do bairro. A retomada da obra só será feita após a ligação domiciliar dessa água servida na rede de esgoto, inclusive água de piscina. Um total de 24 residências foram registradas jogando águas nas ruas do bairro.

Outros setores também apresentam incidência desse problema, como Noroeste, São João, Brasil, Anhanguera, Tecnorte, Martins Jorge e Eldorado.

FISCALIZAÇÃO CONJUNTA

A própria comunidade pode fazer a denúncia diretamente no Departamento de Postura (Demupe), através dos telefones: 3411-5639 ou 99949-5394 (WhatsApp). Ou pode denunciar também fazer pela internet acessando o site da Prefeitura, no menu Cidadão e clique em Água Servida.

De acordo com o Código de Posturas do Município, o morador que for flagrado jogando água servida direto na rua é notificado e recebe uma multa que varia de R$ 100 a R$ 500. (Joselita Matos)

Comentários pelo Facebook: