Perícia confirma que corpo encontrado é do advogado Danilo Sandes e que foi executado com dois tiros na nuca

Redação AF - |
Foto: Divulgação
Advogado de Araguaína, Danilo Sandes.

O Instituto Médico Legal (IML) confirmou que o corpo encontrado na manhã deste sábado (29) é do jovem advogado Danilo Sandes Pereira, de 30 anos, que estava desaparecido desde a última terça-feira (25). A confirmação foi repassada durante coletiva de imprensa da Polícia Civil neste final de tarde, no Complexo de Delegacias.

Segundo o laudo dactiloscópico realizado pelos papiloscopistas, resta “cabalmente provado” que o cadáver é do advogado. A polícia garantiu que envidará todos os esforços a fim de identificar, localizar e prender os autores desse crime tão repugnante.

A polícia disse ainda que os apelos da advocacia, que clama por justiça, “foram e estão sendo considerados pela cúpula da Segurança Pública”, que colocou todos os meios possíveis à disposição dos investigadores.

Danilo levou dois tiros na nuca.  O corpo estava debaixo de uma árvore, apenas de cueca, em avançado estado de decomposição, numa chácara a cerca de 15 km de Araguaína, no sentido Filadélfia.

Suspeita-se de que o crime tenha relação com casos jurídicos em que o advogado atuava. Danilo era solteiro, mas tinha um filho de 9 anos.

O crime está sendo apurado pela Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), através dos delegados José Rerrison Macedo e Guilherme Torres. A investigação corre em segredo de justiça.

O advogado concluiu o curso de direito na Faculdade Católica Dom Orione, em 2014, quando também ingressou nos quadros da Ordem dos Advogados do Brasil. Ele era especialista em Direito Penal e Processo Penal e Direito do Trabalho. Atualmente, havia montado seu escritório e trabalhava para realizar o sonho da casa própria. Ele praticava jiu-jitsu.

Foto: Portal AF Notícias
Corpo foi encontrado por chacareiro a cerca de 15 km de Araguaína
Foto: Portal AF Notícias
Sapatos da vítima.

ENTENDA

Danilo saiu de casa na terça dizendo que iria para Filadélfia e marcou um encontro, por telefone, com pessoas ainda não identificadas.

Foto: Divulgação
A motocicleta foi encontrada em frente ao posto de saúde do Setor Jardim das Flores.

Segundo informações, ele teria sido visto pela última vez saindo de um supermercado às margens da Avenida Filadélfia. Em seguida se deslocou até as proximidades do posto de saúde do Jardim das Flores, onde deixou sua moto estacionada, entrou em um veículo e sentou no banco dianteiro do carona, segundo testemunhas.

O carro saiu em direção à rodovia TO-222. Desde então, não se teve mais notícias do advogado e o celular foi desligado.

A moto de Danilo foi encontrada no dia seguinte pela Polícia Militar, que foi acionada por servidores do posto de saúde.

Após o desaparecimento, equipes de advogados junto com defensores públicos e promotor de justiça chegaram a realizar buscas nas estradas vicinais da região, mas sem sucesso.

O mistério mobilizou todas as instituições de segurança pública, além do Seccional da OAB Tocantins, Defensoria Pública e Ministério Público Estadual.

Comentários pelo Facebook: