Direto ao Ponto

Arnaldo Filho

redacao@afnoticias.com.br

Batalha judicial

Carlesse contrata 3 advogados influentes em Brasília para tentar voltar ao Palácio Araguaia

Governador afastado está jogando pesado para reaver cargo.

Por Arnaldo Filho 2.963
Comentários (0)

04/11/2021 09h16 - Atualizado há 2 meses
Carlesse tenta reverter decisão e voltar ao governo

Afastado desde o dia 20 de outubro, o governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), recorreu a três advogados de renome nacional para tentar reverter a decisão que determinou o seu afastamento do cargo por 180 dias (seis meses). O trio é muito requisitado por políticos que estão com problemas na Justiça. A informação foi revelada pela coluna Maquiavel, de Veja.

Os advogados contratados por Carlesse são: Nabor Bulhões, que defendeu clientes como o ex-presidente Fernando Colllor e o empresário Marcelo Odebrecht; o ex-presidente nacional da OAB Marcos Vinícius Coêlho; e Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, um dos principais advogados criminalistas do país, com uma extensa ficha de clientes alvos da Operação Lava Jato.

O afastamento de Carlesse foi determinado pelo ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), e confirmado por 12 a 0 (decisão unânime dos ministros presentes na sessão de julgamento).

O governador é suspeito de chefiar um esquema de corrupção que teria desviado cerca de R$ 45 milhões por meio do pagamento de propina oriundo do plano de saúde dos servidores, além de direcionar investigações na Secretaria da Segurança Pública.

Carlesse assumiu o governo do estado de forma provisória em 2018 com a cassação do então governador Marcelo Miranda (MDB) e sua vice, Cláudia Lellis (PV). Em junho do mesmo ano, venceu as eleições suplementares para exercer um mandato-tampão até o final ano. Em outubro, fora reeleito para mais quatro anos com 57% dos votos válidos.

Comentários (0)

Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.

(63) 3415-2769
Copyright © 2011 - 2022 AF Notícias. Todos os direitos reservados.